IFE.ME 112

Informativo Eletrônico – Mobilidade Elétrica nº 112 – publicado em 28 de junho de 2022.

IFE: Informativo Eletrônico de Mobilidade Elétrica – GESEL-UFRJ <!–

l

IFE: nº 112 – 28 de junho de 2022
http://gesel.ie.ufrj.br/
gesel@gesel.ie.ufrj.br

Editor: Prof. Nivalde J. de Castro

Índice

Políticas Públicas e Regulatórias
1
Brasil: MTCI anuncia investimento em mobilidade sustentável
2 Brasil: Guarda Municipal de Saquarema (RJ) inicia teste de VEs
3 União Europeia: Proibição da venda de veículos à combustão interna pode sofrer alterações
4 Austrália: Política de desconto para VEs será implementada em julho
5 Holanda: Novas políticas preferenciais para VEs
6 Portugal: Incentivo para a compra de VEs esgota em três meses
7 Noruega: VEs podem perder benefícios preferenciais

Inovação e Tecnologia
1 GreenYellow e Mobilize: Parceria para fornecimento de carregadores elétricos
2 GreenYellow: Projeção para o crescimento do número de carregadores instalados no Brasil
3 Umicore e Idemitsu: Materiais católitos de alto desempenho para baterias de estado sólido
4 Mercedes-Benz: VISION EQXX quebra recorde de eficiência de bateria
5 CATL: Serviço de troca de bateria EVOGO em Hefei, na China
6 SABIC: Nova resina para baterias de VEs protegerá contra incêndios
7 Toyota e Redwood Materials: Ecossistema de baterias de circuito fechado para VEs
8 ABB E-mobility: Fábrica de carregadores rápidos DC na Itália
9 Renault e Minth: Parceria visa a produção de carcaças de baterias para VEs

10 Hyundai e Michelin: Pneus de última geração para VEs premium
11 Lightyear e Elaphe: Parceria visa o desenvolvimento de motor elétrico ultra eficiente

Indústria Automobilística
1 GWM: Nova tecnologia para híbridos será aplicada no Brasil
2 Peugeot: Ampliação da rede de concessionárias para VEs no Brasil
3 AlixPartners: Projeção para o mercado de VEs

4 União Europeia: Montadoras rejeitam projeto de proibir carros a combustão em 2035

5 Ford: Fábrica para produção de VEs de última geração na Espanha

6 Honda: Nova fábrica de VEs na China

7 Honda e Sony: Primeiro VE fruto de parceria deve ser lançado em 2025

8 Volkswagen: Metas e estratégias para fabricação de Kombi elétrica
9 Volkswagen: Novo conceito de modelo para linha ID é apresentado a mercado chinês
10 Lion Electric e Dana: Acordo garante o fornecimento de motores para VEs pesados
11 Stellantis: Investimento em centros de desenvolvimento inclui eletrificação
12 Nissan e Wallbox: Parceria no desenvolvimento de solução para carregamento doméstico

Meio Ambiente
1 ESG: Riachuelo expande frota de VEs para entregas em São Paulo
2 ESG: FedEx recebe os primeiros VEs de entrega da BrightDrop
3 ESG: Port e Q-Park oferecem VEs para entregas de última milha no Reino Unido
4 ESG: Enel X e Arrival fazem parceria para lançar testes de ônibus elétricos na Itália

Eventos e Estudos
1 ICCT: Análise do custo de eletrificação da frota de ônibus de São Paulo
2 Bloomberg: Brasil entrará no mercado global de lítio para baterias em 2023
3 KPMG: Crise de semicondutores deve persistir até 2023


 

 

Políticas Públicas e Regulatórias

1 Brasil: MTCI anuncia investimento em mobilidade sustentável

O Ministério de Ciência, Tecnologia e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) prometem investir R$ 130 milhões em inovações para toda a cadeia automotiva acelerar a mobilidade sustentável e conectada. A “Rede de Inovação em Mobilidade, Logística e Descarbonização” tem como objetivo estimular o desenvolvimento de novas tecnologias que preparem o Brasil para a mobilidade sustentável e tecnológica com veículos elétricos, autônomos e conectados. Segundo a coordenadora da área de regimes automotivos do Ministério da Economia, Margarete Maria Gardini, a iniciativa se insere em todos os trabalhos do programa Rota 2030. “O tema da logística, sustentabilidade e mobilidade verde é central”, garante. A Rede de Mobilidade vai apoiar empresas e startups que desenvolvam soluções para o setor de mobilidade com foco em segurança, usabilidade e sustentabilidade. Os recursos podem ser investidos no desenvolvimento de novos biocombustíveis; soluções tecnológicas que ampliem a frota eletrificada; criação de materiais mais leves e que gerem mais eficiência energética e reduzam a emissão dos gases estufa na atmosfera, entre outros. (Automotive Business – 22.06.2022)

<topo>

2 Brasil: Guarda Municipal de Saquarema (RJ) inicia teste de VEs

A Prefeitura Municipal de Saquarema, através da Guarda Civil Municipal, iniciou nesta semana uma fase de testes operacionais com dois carros 100% elétricos. Os veículos, do modelo Zoe, fabricado pela Renault, serão utilizados no patrulhamento da cidade para uma avaliação mais profunda do uso da tecnologia no dia a dia. Os carros serão avaliados durante 30 dias. Silencioso e econômico – estima-se que o custo de rodagem seja um quarto do valor de um veículo de porte similar a gasolina. O Zoe possui um alcance de até 385 quilômetros sem emitir um grama de dióxido de carbono na atmosfera. Uma carga de apenas meia hora, em corrente contínua (DC), garante autonomia de até 150 quilômetros. Em cerca de uma hora se obtém a carga completa. Caso haja sucesso na testagem dos veículos, a Prefeitura de Saquarema iniciará estudos para implantar outras unidades elétricas na frota. (Jornal O Dia – 23.06.2022)

<topo>

3 União Europeia: Proibição da venda de veículos à combustão interna pode sofrer alterações

A posição incerta da Alemanha sobre a eliminação progressiva dos veículos de combustão interna na União Europeia (UE) a partir de 2035 parece encorajar outros governos a fazer suas próprias demandas. A expectativa é que se a Alemanha se abstiver no Conselho de Ministros da UE, os países poderão ter sucesso em diluir o novo regulamento sobre a descarbonização dos transportes. De acordo com o jornal alemão Süddeutsche Zeitung, seis estados da UE ainda podem interromper a eliminação gradual de veículos de combustão interna em 2035. Depois que o partido político alemão FDP exigiu que o governo alemão não concordasse com o plano, o governo da Itália, com o apoio de Portugal, Bulgária, Romênia e Eslováquia, enviou um documento de posicionamento exigindo que as emissões de CO2 dos carros novos fossem reduzidas em apenas 90 em vez de 100 por cento até 2035. O Conselho de Ministros da UE decide sobre a matéria por maioria qualificada. (Electrive – 24.06.2022)

<topo>

4 Austrália: Política de desconto para VEs será implementada em julho

O novo governo trabalhista da Austrália planeja implementar uma política de descontos para VEs a partir de 1º de julho, fornecendo isenções a certas tarifas de importação e impostos. A expectativa é que isso torne alguns modelos de VEs mais baratos dependendo do país de origem. Em particular, carros elétricos vindos da maior parte da Europa, Japão e Coréia do Sul se beneficiarão de cortes de preços na casa dos milhares, uma vez que a tarifa de importação de 5% deve ser eliminada. A isenção da tarifa de importação não beneficiará todos os modelos de veículos elétricos, pois a Austrália já isenta algumas importações de carros de vários países sob acordos de livre comércio. No entanto, modelos populares se beneficiarão da eliminação da tarifa de importação como o Nissan Leaf, o Mercedes EQA, o Hyundai Kona EV e o Mini Cooper SE. O Electric Vehicle Council estima que um modelo de US$ 50.000 como o Nissan Leaf será US$ 2.000 mais barato devido à remoção da tarifa de importação. (Electrive – 25.06.2022)

<topo>

5 Holanda: Novas políticas preferenciais para VEs

Os municípios holandeses devem ter a oportunidade de reduzir as taxas de estacionamento para carros puramente elétricos e movidos a hidrogênio a partir do próximo ano. O gabinete do governo federal planeja alterar a Lei dos Municípios para esse fim. A Secretária de Estado para Infraestrutura, Vivianne Heijnen, afirmou isso em uma carta ao parlamento. “Isso dá aos municípios uma ferramenta extra para trabalhar com ar limpo e menos ruído do tráfego em sua cidade ou vila”. A fim de controlar a situação do estacionamento nas cidades e bairros, os próprios municípios da Holanda poderão definir os preços. Atualmente, existem pouco menos de 300.000 VEs a bateria e VEs com célula de combustível registrados na Holanda. (Electrive – 20.06.2022)

<topo>

6 Portugal: Incentivo para a compra de VEs esgota em três meses

O apoio do Governo português para a compra de carros elétricos esgotou em apenas três meses, superando o limite de 1.300 incentivos. De acordo com o que foi informado na última sexta-feira, pelo Jornal de Notícias, das 1.348 candidaturas ao cheque no valor de quatro mil euros por beneficiário para desconto na compra de veículos elétricos, disponibilizadas pelo Fundo Ambiental, 255 estão aprovadas, 1.053 estão em análise e cinco foram excluídas. Desta forma, caso todos os candidatos em análise sejam aprovados, 43 deles não vão receber o apoio. (MSN – 24.06.2022))

<topo>

7 Noruega: VEs podem perder benefícios preferenciais

A administração rodoviária pública norueguesa (Statens Vegvesen) está ponderando efetivar a remoção de algumas vantagens para os carros elétricos no tráfego rodoviário. As considerações fazem parte de um plano para reduzir o tráfego de carros na Noruega como um todo. Em uma carta ao Ministério dos Transportes, a autoridade descreve como o tráfego de carros como um todo pode ser reduzido ainda mais removendo as preferências por carros elétricos. A carta afirma que os benefícios para os carros elétricos são uma das razões pelas quais o uso do transporte público ainda é baixo em comparação com os anos anteriores à pandemia de COVID-19. Entre as medidas a serem retiradas de acordo com a proposta estão o direito de dirigir carros elétricos em corredores de ônibus e táxis e os benefícios de pedágio. (Electrive – 20.06.2022)

<topo>

 

 

Inovação e Tecnologia

1 GreenYellow e Mobilize: Parceria para fornecimento de carregadores elétricos

A francesa GreenYellow fechou um acordo com a Mobilize, do Grupo Renault, para ter preferência na oferta de carregadores elétricos aos clientes da frente de negócios de mobilidade inteligente da montadora. A parceria é estratégica porque abre uma nova avenida de crescimento para a empresa de soluções em energia, e fortalece a atuação das duas marcas num segmento que está em franca expansão. A parceria é voltada para vendas corporativas, o chamado mercado B2B. Todo o investimento será da GreenYellow, que usará recursos próprios para disponibilizar os eletropostos necessários. O cliente paga pela locação do carregador mais uma taxa pela operação e manutenção do dispositivo. Assim, o usuário do VE deixa de ter a preocupação de adquirir um eletroposto e passa a usufruir de um serviço de aluguel. A parceria foi assinada em meio à pré-venda do primeiro lote do veículo elétrico Kwid Etech, da Renault. O head da Mobilize no Brasil disse que a demanda pelo modelo sinaliza a velocidade de expansão desse mercado no País. Em abril, foram disponibilizadas 750 unidades para compra ou aluguel via serviço de assinatura Renault On Demand, que se esgotaram em 14 de junho. (BroadCast Energia – 24.06.2022)

<topo>

2 GreenYellow: Projeção para o crescimento do número de carregadores instalados no Brasil

De acordo com projeções de mercado apresentadas pela GreenYellow, 1.500 carregadores estarão instalados no Brasil já em 2023, num cenário conservador. No agressivo, o número salta para 22.000. Para 2030, as expectativas variam entre 31.500 e mais de 100.000 unidades. A empresa espera obter de 10% a 15% de market share desse total. A companhia avalia que o crescimento do número de VEs do País dependerá, além do preço da unidade, justamente da infraestrutura de eletropostos disponível. (BroadCast Energia – 24.06.2022)

<topo>

3 Umicore e Idemitsu: Materiais católitos de alto desempenho para baterias de estado sólido

Umicore e Idemitsu Kosan Co., Ltd concordaram em desenvolver conjuntamente materiais católitos de alto desempenho para baterias de estado sólido, combinando seus respectivos conhecimentos em materiais ativos catódicos (CAM) e eletrólitos sólidos, e com o objetivo de fornecer o avanço tecnológico para estender a condução alcance e, assim, impulsionar a mobilidade elétrica. Católitos combinam materiais ativos de cátodo e eletrólitos sólidos. O contato mais íntimo entre esses dois componentes permitiria que a bateria de estado sólido alcançasse melhor desempenho. (Green Car Congress – 24.06.2022)

<topo>

4 Mercedes-Benz: VISION EQXX quebra recorde de eficiência de bateria

O Mercedes-Benz VISION EQXX bateu seu próprio recorde de eficiência na condução do mundo real com mais 1.000 km de viagem (621 milhas +) com uma única carga de bateria. Após sua viagem inicial recorde de Stuttgart a Cassis (França) em abril, o veículo de pesquisa elevou o nível ainda mais alto, com uma viagem de 1.202 quilômetros (747 milhas) de Stuttgart a Silverstone, no Reino Unido. Ao longo da viagem, o VISION EQXX aproveitou o seu inovador sistema de gestão térmica para atingir um consumo médio de 8,3 kWh/100 km face ao tráfego intenso e às temperaturas do verão. Além de provar a eficácia das tecnologias de eficiência elétrica da Mercedes-Benz em uma ampla gama de cenários de tráfego da vida real, as viagens de longa distância do VISION EQXX em vias públicas fornecem aos especialistas em P&D dados valiosos para o programa de desenvolvimento em andamento. (Green Car Congress – 24.06.2022)

<topo>

5 CATL: Serviço de troca de bateria EVOGO em Hefei, na China

A CATL lançou recentemente oficialmente seus serviços de troca de baterias EVOGO em Hefei, capital da Província de Anhui, leste da China, tornando-se a segunda cidade EVOGO no país. A CATL lançou o serviço de troca pela primeira vez em abril em Xiamen, na província de Fujian, sudeste da China. Três estações de troca de baterias começaram a operar em Hefei até agora, e o número deve aumentar para 20 até o final deste ano, quando o raio de serviço do EVOGO será inferior a 5 quilômetros. Hefei é uma grande cidade no delta do rio Yangtze, uma das regiões mais populosas e economicamente prósperas da China. É também um dos primeiros lotes de cidades piloto nacionais para o teste de troca de bateria de VEs. (Green Car Congress – 24.06.2022)

<topo>

6 SABIC: Nova resina para baterias de VEs protegerá contra incêndios

A SABIC, líder global na indústria química, lançou a resina NORYL NHP8000VT3, um produto adequado para filme de isolamento usado em módulos de bateria de veículos elétricos para ajudar a melhorar a proteção contra curtos-circuitos e propagação de incêndio. Esta resina à base de éter polifenileno (PPO) de alto desempenho foi projetada com tecnologias patenteadas para ajudar a atender às demandas rigorosas de baterias de alta tensão (600-800 volts). Alcança a categoria de nível de desempenho de índice de rastreamento comparativo mais alto (CTI PLC0); fornece extrusão de parede ultrafina e capacidade de termoformagem; e atende ao padrão UL94 V0 em 0,25 mm com retardamento de chama não bromado e não clorado. A SABIC apresentará sua nova resina NORYL NHP8000VT3 no The Battery Show Europe 2022 em Stuttgart, Alemanha, de 28 a 30 de junho, e apresentará uma série de filmes de isolamento e peças termoformadas. (Green Car Congress – 22.06.2022)

<topo>

7 Toyota e Redwood Materials: Ecossistema de baterias de circuito fechado para VEs

A Toyota Motor North America embarcou em uma missão para criar um ecossistema sustentável de baterias de circuito fechado para seus trens de força eletrificados. Isso se concentra não apenas na coleta, teste e reciclagem de baterias em matérias-primas para criar uma cadeia de suprimentos sustentável, mas também visa desenvolver oportunidades de segunda vida para baterias de veículos elétricos híbridos Toyota remanufaturadas e reaproveitadas, aproveitando as ferramentas de triagem de saúde da bateria e capacitando os dados de seus veículos. Em conexão com esses objetivos, a Toyota e a Redwood Materials explorarão uma série de soluções de baterias em fim de vida para o ecossistema de baterias proposto pela Toyota. Inicialmente, esta colaboração se concentrará na coleta, teste e reciclagem de baterias de veículos elétricos híbridos da Toyota. As empresas, então, procurarão expandir para outras áreas, como triagem da saúde da bateria e gerenciamento de dados, remanufatura e fornecimento de material de bateria em toda a América do Norte. (Green Car Congress – 22.06.2022)

<topo>

8 ABB E-mobility: Fábrica de carregadores rápidos DC na Itália

A ABB E-mobility abriu seu maior local de produção de carregador rápido DC até hoje: o Centro de Excelência em E-mobility em Valdarno, Toscana. A gama completa de soluções de carregamento DC da ABB será produzida no local, apoiando a eletrificação de todos os setores de transporte. A ABB já vendeu mais de 680.000 carregadores EV em mais de 85 mercados. O investimento de US$ 30 milhões da ABB E-mobility nas novas instalações de Valdarno significa que agora mais do que dobrou sua capacidade de produção nos últimos dois anos, com a abertura da nova fábrica de 16.000 m 2 em Valdarno, permitindo a criação de mais de 10.000 carregadores DC adicionais. ano. O novo local de fabricação estabelece uma nova referência para o setor, produzindo um carregador rápido DC a cada 20 minutos em suas sete linhas de produção. (Green Car Congress – 22.06.2022)

<topo>

9 Renault e Minth: Parceria visa a produção de carcaças de baterias para VEs

O Renault Group e o Minth Group, fornecedor automotivo líder global, assinaram um memorando de entendimento para a criação de uma joint venture com sede na França para produzir carcaças de baterias. A joint venture localizará esta atividade de alta tecnologia na fábrica de Ruitz na Renault ElectriCity e fornecerá as fábricas da ElectriCity Douai e Maubeuge. A carcaça da bateria, conjunto de peças de alumínio extrudado montadas por soldagem por fricção na qual estão alojados os módulos da bateria, é um componente estratégico do VE e contribui para a durabilidade e segurança do veículo. A joint venture instalará duas novas linhas de produção em Ruitz em 2023 com capacidade de 300.000 carcaças de bateria por ano até 2025 para modelos elétricos, incluindo o futuro R5. Reunindo as forças complementares de cada Grupo, esta joint venture contará com a experiência do Grupo Renault na produção de VEs, as habilidades técnicas das equipes de Ruitz e seu conhecimento do ecossistema na França, bem como o reconhecido know-how do Grupo Minth. como de invólucros de bateria. (Green Car Congress – 21.06.2022)

<topo>

10 Hyundai e Michelin: Pneus de última geração para VEs premium

O Hyundai Motor Group assinou um memorando de entendimento (MoU) com a Michelin para desenvolver pneus de próxima geração otimizados para veículos elétricos premium. O acordo é uma continuação da primeira parceria de cinco anos firmada em novembro de 2017 conjuntamente para desenvolver um pneu exclusivo para o IONIQ 5 e realizar experimentos e métodos de análise relacionados a pneus, bem como intercâmbio de tecnologia. Nos próximos três anos, o Grupo e a Michelin desenvolverão em conjunto as seguintes inovações: pneus ecologicamente corretos com maior uso de materiais ecologicamente corretos; pneus otimizados para VEs de próxima geração; e um sistema de monitoramento de pneus em tempo real que ajudará no avanço da tecnologia de direção autônoma. (Green Car Congress – 21.06.2022)

<topo>

11 Lightyear e Elaphe: Parceria visa o desenvolvimento de motor elétrico ultra eficiente

Juntamente com a Elaphe, empresa especializada em powertrains e esquemas de propulsão de emissão zero, a Lightyear afirma ter feito um dos motores elétricos mais eficientes do mundo: “Alcançamos uma eficiência de 97% com nosso motor na roda, perdendo uma pequena porcentagem de energia como calor”. O motor é colocado dentro de uma roda que a Lightyear afirma ser baseada em um motor Elaphe modificado. Atualmente, a unidade passa pela fase de testes que levará à validação do projeto e ao método de produção. Uma vez liberado, o novo motor será produzido pela própria Elaphe – que, entre outras coisas, também assinou um acordo para o fornecimento de powertrains com a Aptera – em suas fábricas sediadas na Eslovênia. A Lightyear disse ainda que os resultados satisfatórios em termos de desempenho e eficiência convenceram os técnicos a instalar 4 desses motores dentro das quatro rodas do Lightyear 0, o sedã que em breve entrará em produção na Finlândia e que chegará aos primeiros clientes entre o final de 2022 e o início de 2023. (Inside EVs – 25.06.2022)

<topo>

 

 

Indústria Automobilística

1 GWM: Nova tecnologia para híbridos será aplicada no Brasil

Nada de parecer igual ao que já tem por aí. A Great Wall Motors (GWM) fez questão de pontuar que sua tecnologia de motores híbridos é diferente da de outros modelos eletrificados que já rodam Brasil afora. Chamada de Dedicated Hybrid Technology (DHT), o conjunto vai estrear no Haval H6, SUV médio que abrirá os trabalhos da fabricante chinesa no segundo semestre. O sistema foi criado com a plataforma LMN da Great Wall, exclusiva para veículos eletrificados de passeio e lançada em dezembro de 2020. O DHT traz opções híbrida convencional e híbrida plug-in, com vários modos de condução e um sistema de transmissão e gerenciamento eletrônico que a GWM considera como “revolucionário” e “inédito”. O motor 1.5 turbo (por enquanto, puramente a gasolina) trabalha com outro elétrico posicionado no eixo dianteiro e com um gerador elétrico, em um sistema batizado de dual motor. Neste esquema, o motor elétrico efetivamente traciona as rodas, enquanto o gerador ajuda o motor a combustão, tanto para enviar força para os eixos, como para exclusivamente gerar energia para as baterias que movem a unidade elétrica. (Automotive Business – 21.06.2022)

<topo>

2 Peugeot: Ampliação da rede de concessionárias para VEs no Brasil

A Peugeot anunciou recentemente a abertura de oito novos pontos de vendas dentro de sua rede de concessionárias preparados para a venda de veículos elétricos. Chamados de e-Centers, esses locais tem estrutura para comercialização e atendimento de pós-vendas desses veículos. Nesses locais, os clientes podem comprar os modelos Peugeot 208 e-GT e o Peugeot e-Expert. Com a expansão de oito novos locais, o atendimento especializado para os veículos elétricos totaliza 10 e-Centers distribuídos pelo país. Segundo o comunicado da Peugeot, além dos dois pontos já existentes em São Paulo e no Rio De Janeiro, serão inaugurados mais três e-Centers no estado de SP, sendo um deles na cidade de Campinas e dois na capital paulista. Os outros pontos serão inaugurados nas seguintes cidades: Recife, Brasília, Porto Alegre, Curitiba e Florianópolis. (Inside EVs – 24.06.2022)

<topo>

3 AlixPartners: Projeção para o mercado de VEs

Os veículos elétricos poderão atingir 33% das vendas no mundo todo até 2028 e 54% até 2035, conforme a demanda acelera na maioria dos principais mercados, segundo estudo da consultoria AlixPartners. Segundo o estudo, para apoiar essa demanda, montadoras e fornecedores planejam investimentos de, pelo menos, 526 bilhões de dólares em VEs e baterias até 2026. Isso é mais do que o dobro da previsão de investimento de 234 bilhões de dólares para cinco anos, de 2020 a 2024. A indústria de veículos enfrenta desafios econômicos e na cadeia de fornecedores durante a transição para a motorização elétrica. A transição exigirá mudanças drásticas nos modelos operacionais, não apenas nas fábricas e nas pessoas, mas em todo o modo de trabalhar. O processo de eletrificação de automóveis custará aos fabricantes e fornecedores um total acumulado de 70 bilhões de dólares até 2030, de acordo com Elmar Kades, co-líder da área automotiva da consultoria. Para ler o estudo na íntegra, clique aqui. (G1 – 22.06.2022)

<topo>

4 União Europeia: Montadoras rejeitam projeto de proibir carros a combustão em 2035

Apesar de o Parlamento Europeu ter aprovado um projeto que pretende proibir a venda de motores a combustão a partir de 2035 nos países da União Europeia, há alguns obstáculos a superar. Sem dúvida, o rumo está correto em direção aos carros elétricos, mas o ritmo de substituição ainda parece incerto. Acelerar a transição pode criar problemas e obstáculos como montar uma rede de recarga rápida e ultrarrápida o mais pulverizada possível, a dependência de metais para as baterias de íons de lítio e o preço das próprias baterias. Logo após a votação no Parlamento Europeu, a Acea (sigla em francês para Associação dos Fabricantes Europeus de Automóveis) liberou um comunicado pouco amistoso em que a apoia a meta de redução de 50% das emissões de CO2 até 2030, mas não de 100% em 2035. Combustíveis sintéticos neutros em CO2 em motores a combustão estariam entre as alternativas. “Nossa indústria está no meio de um grande impulso para veículos elétricos, com novos modelos chegando de forma constante. Mas, dada a volatilidade que enfrentamos globalmente, qualquer regulamentação de longo prazo que vá além desta década é prematura neste estágio inicial. É necessária uma revisão transparente no meio do caminho para definir as metas pós-2030.” As posições da Acea, sediada em Paris, seguem o pensamento da maioria dos 16 associados, incluindo produtores de caminhões e duas marcas não europeias (Toyota e Hyundai). (Automotive Business – 22.06.2022)

<topo>

5 Ford: Fábrica para produção de VEs de última geração na Espanha

A administração da Ford na Europa escolheu sua fábrica em Valência, Espanha, como o local preferencial para montar veículos baseados em uma arquitetura de VEs de última geração. Com a aprovação do produto pendente, a fábrica de Valência poderá produzir os veículos elétricos e conectados a partir do final desta década. A Ford também está avançando com uma conversão de US$ 2 bilhões de suas operações em Colônia, na Alemanha, para começar a produzir veículos elétricos de passageiros a partir de 2023. A estratégia europeia da Ford exige uma linha de veículos elétricos, incluindo uma versão elétrica do popular Ford Puma e ampliando sua liderança no segmento comercial com veículos elétricos Ford Pro e serviços conectados. Até 2026, a Ford na Europa planeja vender 600.000 veículos elétricos anualmente. A decisão sobre Valência seguiu a conclusão de consultas abrangentes com equipes em Valência, Espanha e Saarlouis, Alemanha. A fábrica da Ford em Saarlouis continuará a produzir o carro de passeio Ford Focus, enquanto a empresa também está avaliando opções para futuros conceitos locais. (Green Car Congress – 23.06.2022)

<topo>

6 Honda: Nova fábrica de VEs na China

A Honda Motor (China) Investment Co., Ltd., a partir da GAC Honda Automobile Co., Ltd. (GAC Honda), uma joint venture de produção e vendas de automóveis Honda na China, iniciou a construção de sua nova planta de VE, dando um passo adiante no estabelecimento de um sistema de produção de EV adequado e capacidade em preparação para um aumento no número de modelos de EV em sua linha de produtos. A fábrica dedicada de produção de VEs da GAC Honda será recém-construída em um lote de 400.000 m 2 dentro do Distrito de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Guangzhou, Cidade de Guangzhou, Província de Guangdong, China. A planta está prevista para entrar em operação em 2024 com capacidade de produção anual de 120.000 unidades. Com um plano de investimento inicial de 3,49 bilhões de RMB (US$ 521 milhões), a usina buscará proativamente iniciativas sustentáveis, incluindo o uso de energia solar e outras fontes de energia renovável. Além disso, ao adotar uma série de tecnologias de produção avançadas, a GAC Honda se esforçará para torná-la uma planta altamente eficiente, inteligente e de baixo carbono. (Green Car Congress – 23.06.2022)

<topo>

7 Honda e Sony: Primeiro VE fruto de parceria deve ser lançado em 2025

Em março, a Sony e a Honda haviam anunciado uma parceria para fabricar carros elétricos. Agora, as duas empresas enviaram comunicado à imprensa oficializando a joint-venture, que se chama Sony Honda Mobility Inc. e tem sede em Tóquio. O primeiro automóvel zero combustão da empreitada tem previsão de lançamento para 2025. A nota oficial que formaliza a joint-venture não entra em detalhes sobre os planos da nova empresa. A companhia afirma que usará o conhecimento da Honda em manufatura de veículos, tecnologia e vendas junto à expertise da Sony em aplicações de imagem, sensores, telecomunicações e entretenimento. É muito provável que, considerando essas informações, os modelos da nova organização venham com algum nível de automação. (Automotive Business – 20.06.2022)

<topo>

8 Volkswagen: Metas e estratégias para fabricação de Kombi elétrica

A Volkswagen anunciou que a produção do modelo comercial ID.Buzz, que vem sendo chamado também de Kombi elétrica, será de 130 mil unidades por ano a partir do ano que vem. O veículo é fabricado em uma unidade da divisão de veículos comerciais da empresa em Hanover, na Alemanha. Por meio de comunicado, a montadora afirmou que planeja aumentar a produção diária da fábrica para um total de 900 veículos ao longo do ano. “Em apenas oito anos, mais de 55% dos nossos veículos na Europa terão acionamento elétrico a bateria. A ID.Buzz tem um papel estratégico de liderança nisso”, disse Josef Baumert, membro do conselho de gestão da VW. Este ano a empresa pretende produzir um total de cerca de 15 mil unidades do veículo. Em Hanover são fabricadas as versões de carga e de passageiros, junto da van T7 e o furgão T6.1. Para a produção da ID.Buzz , cerca de 4 mil funcionários receberam treinamento especializado. (Automotive Business – 21.06.2022)

<topo>

9 Volkswagen: Novo conceito de modelo para linha ID é apresentado a mercado chinês

A Volkswagen se prepara para apresentar um modelo conceito de uma limusine equipada com powertrain elétrico para o mercado chinês. O veículo, denominado ID.Aero, foi projetado sobre a plataforma elétrica MEB e, segundo a montadora, deverá estar disponível para vendas na China no segundo semestre de 2023. A produção será realizada na fábrica de Emden, na Alemanha. Apesar de ser chamada de limusine, o que se pode ver nas imagens divulgadas pela montadora, é um veículo de quatro portas e um desenho marcado por linhas esportivas. ID.Aero tem linhas esportivas e quatro portas. Modelo será produzido na fábrica de Emden, na Alemanha O modelo representa a expansão da ofensiva elétrica da Volkswagen para o segmento de luxo. Por ora, a montadora mantém uma oferta de veículos compactos e SUV equipados com motor elétrico. Há também o modelo comercial ID.Buzz, que está sendo chamado no mercado de Kombi elétrica. (Automotive Business – 22.06.2022)

<topo>

10 Lion Electric e Dana: Acordo garante o fornecimento de motores para VEs pesados

A Dana firmou um acordo com a Lion Electric Co., de Saint-Jérôme, no Canadá, para fornecer componentes de acionamento para seus caminhões e ônibus elétricos. A Dana fornecerá à Lion motores zero combustão para aplicações leves, médias e pesadas. Além disso, a empresa estadunidense também será a responsável pelo fornecimento de inversores de alta tensão de serviço médio e pesado, inversores de carregador bidirecionais de média e alta tensão, controladores de veículos e eixos de transmissão. Serão contempladas todas as plataformas de veículos zero combustão da Lion Electric: LionA, LionC, LionD, LionM, Lion6 e Lion8. (Automotive Business – 22.06.2022)

<topo>

11 Stellantis: Investimento em centros de desenvolvimento inclui eletrificação

“Engenharia de ponta”, é o que a Stellantis promete alcançar com o seu mais novo investimento milionário. O grupo automotivo afirma que acaba de desembolsar € 33 milhões em duas de suas instalações de testes globais. O aporte contempla áreas como desenvolvimento de aerodinâmica, segurança e eletrificação. O investimento foi destinado ao Centro de Segurança de Orbassano, próximo a Turim, Itália, e ao Túnel de Vento, em Auburn Hills, no estado norte-americano de Michigan. Segundo a Stellantis, esse movimento tem como objetivo focar na mobilidade do futuro, já de olho nas metas do plano estratégico Dare Forward 2030, revelado pelo conglomerado automotivo este ano. “A nossa comunidade de engenharia é alimentada por talento, diversidade e alcance global, e estamos trabalhando intensamente com as outras funções globais para acelerar a nossa transformação tecnológica. Isso nos dá uma visão abrangente das mudanças e nos permite considerar e aperfeiçoar uma lista completa de soluções de mobilidade”, valorizou Harald Wester, líder da engenharia mundial da Stellantis. (Automotive Business – 20.06.2022)

<topo>

12 Nissan e Wallbox: Parceria no desenvolvimento de solução para carregamento doméstico

A Nissan e a Wallbox, fornecedora líder de soluções de carregamento de VEs, estão trabalhando juntas para oferecer aos proprietários de veículos elétricos da Nissan uma solução completa para suas necessidades de carregamento doméstico. A partir do início de julho, os proprietários de veículos elétricos da Nissan em todo os Estados Unidos poderão comprar o carregador doméstico Pulsar Plus nível 2 da Wallbox e agendar a instalação através do site NissanUSA.com. A Nissan fornecerá um desconto no carregador e na instalação para os clientes que comprarem por meio do programa. Sob sua visão de longo prazo, Nissan Ambition 2030, a Nissan está priorizando VEs e tecnologia avançada com um investimento de US$ 17,6 bilhões e 23 modelos eletrificados globalmente, incluindo 15 novos VEs. Até 2030, nos EUA, 40% das vendas de veículos da Nissan serão totalmente elétricas, com mais a serem eletrificadas. (Green Car Congress – 23.06.2022)

<topo>

 

 

Meio Ambiente

1 ESG: Riachuelo expande frota de VEs para entregas em São Paulo

De olho em novas iniciativas de ESG, a Riachuelo anunciou que fará entregas com carros elétricos para todos os municípios da Grande São Paulo. O projeto só foi viabilizado pela parceria entre a varejista de roupas e a CRIA!, plataforma que reúne ações e iniciativas sustentáveis. O projeto começou com uma fase de testes em setembro de 2021, e agora a marca aumentou o número de modais de transporte elétricos. Ao todo são nove carros elétricos, sendo cinco no modelo Vuc, para abastecer lojas de São Paulo, e quatro veículos tipo HR e van para entrega de compras feitas pelos canais digitais. “A mudança ocorre de maneira gradativa. Nosso objetivo é entregar uma moda consciente de ponta a ponta para os nossos consumidores. Ou seja, desde a escolha de matérias-primas, fornecedores certificados, processos de produção e produtos mais sustentáveis, até a chegada destas peças na casa do cliente”, destacou Mauro Mariz, diretor executivo de sustentabilidade da empresa. (Mercado e Consumo – 22.06.2022)

<topo>

2 ESG: FedEx recebe os primeiros VEs de entrega da BrightDrop

A FedEx Corp. recebeu seus primeiros 150 VEs de entrega da BrightDrop, a startup de tecnologia da GM focada na descarbonização da entrega na última milha. A FedEx planeja transformar toda a sua frota de coleta e entrega de encomendas (PUD) para emissões totalmente elétricas e zero até 2040. Os primeiros 150 BrightDrop Zevo 600 foram entregues em todo o sul da Califórnia para a FedEx Express, uma subsidiária da FedEx Corp. e uma das maiores empresas de transporte expresso do mundo. Alimentado pela plataforma Ultium da GM, o Zevo 600 foi projetado para entregas de última milha, com um alcance estimado de até 250 milhas com carga completa. Isso faz parte de um acordo maior entre a FedEx e a BrightDrop que fará com que a FedEx incorpore 2.500 Zevo 600 no total nas operações da FedEx nos próximos anos. Para dar suporte à nova tecnologia veicular, a FedEx está construindo uma infraestrutura de carregamento em sua vasta rede de instalações, incluindo as mais de 500 estações de carregamento que a empresa já instalou em toda a Califórnia. (Green Car Congress – 22.06.2022)

<topo>

3 ESG: Port e Q-Park oferecem VEs para entregas de última milha no Reino Unido

As empresas de entrega de última milha são o alvo de um novo ‘Dark Hub’ que oferece o uso de pequenos VEs de entrega de um local de estacionamento no centro da cidade. O hub é o resultado de uma parceria entre a empresa de tecnologia Port com o operador de estacionamento Q-Park e está sediado em seu estacionamento Leicester Square, que está sendo reaproveitado como um Mobility Hub. O conceito de dark hub de mobilidade como serviço permite que correios individuais ou empresas de entrega aluguem pequenos VEs de entrega (incluindo bicicletas elétricas, ebikes de carga, ciclomotores ou scooters) de um estacionamento urbano do Porto. Os VEs são contratados por assinatura semanal ou mensal através do aplicativo da Port, e o veículo, estacionamento, recarga, manutenção e software são fornecidos pela Port. (Smart Transport – 24.06.2022)

<topo>

4 ESG: Enel X e Arrival fazem parceria para lançar testes de ônibus elétricos na Itália

A Enel X, subsidiária da Enel dedicada a produtos e serviços inovadores, juntamente com a fabricante de veículos elétricos Arrival, firmaram uma parceria para testar o ônibus elétrico a bateria na Itália. O objetivo é promover o crescimento do transporte público eletrificado globalmente por meio de soluções cada vez mais competitivas e de alto desempenho. Os testes serão realizados pela Enel X com base em uma matriz de análise desenvolvida internamente para observar todas as principais características do Ônibus de Chegada. Os testes serão realizados no circuito de Vallelunga, onde os serviços e soluções avançadas de carregamento da Enel X Way também serão usados para carregar os veículos. O sucesso desses testes será um alicerce fundamental para a Enel incluir o ônibus de chegada em seu portfólio de soluções globais de eletrificação. A parceria permitirá que a Enel X fortaleça sua oferta às autoridades de transporte público globalmente, proporcionando um grande impulso para atingir a meta da Enel de mais de 20.000 ônibus elétricos atendidos até 2030. (Green Car Congress – 20.06.2022)

<topo>

 

 

Eventos e Estudos

1 ICCT: Análise do custo de eletrificação da frota de ônibus de São Paulo

Pesquisadores do International Council on Clean Transportation (ICCT) analisaram o desempenho operacional e ?nanceiro da eletri?cação de 20 linhas da Transwol?, operadora de ônibus urbanos na cidade de São Paulo. A análise mostra que a eletri?cação atenderia às necessidades de deslocamento de uma parcela signi?cativa das linhas operadas por ônibus de tipo básico (12,5 metros) da empresa. Ao contrário dos veículos a diesel, os ônibus elétricos não emitem óxidos de nitrogênio (NOx), material particulado (MP) e dióxido de carbono (CO2) de escapamento. Considerando todo o ciclo de vida da fonte energética na estimativa de emissões, observa-se que a transição para uma frota elétrica é uma das formas mais e?cientes de reduzir as emissões climáticas do sistema de transportes. O estudo avalia o custo total de propriedade (TCO, na sigla em inglês) da eletri?cação das linhas selecionadas e sugere que os custos dos ônibus elétricos se aproximam aos dos modelos a diesel. Para acessar o estudo na íntegra, clique aqui. (ICCT – 24.06.2022)

<topo>

2 Bloomberg: Brasil entrará no mercado global de lítio para baterias em 2023

O Brasil pode finalmente entrar de forma decisiva no mercado mundial de lítio para as baterias de carros elétricos. De acordo com a matéria publicada pela Bloomberg, a mineradora Sigma Litihum emergirá como uma das maiores produtoras globais do metal. A mineradora declarou que os resultados do seu programa de perfuração em Minas Gerais confirmam que se colocará no mercado como uma das maiores produtoras mundiais de lítio. Segundo um comunicado oficial da empresa, o projeto chamado Grota do Cirilo tem previsão para entrar em operação no início de 2023 a uma taxa anual de 37.000 toneladas de carboneto de lítio, sendo que a partir de 2024 essa taxa passaria para cerca de 72.000 toneladas/ano. (Inside EVs – 23.06.2022)

<topo>

3 KPMG: Crise de semicondutores deve persistir até 2023

A crise no fornecimento de chips eletrônicos deve persistir até 2023. Esta é uma das conclusões do estudo “Perspectivas do setor global de semicondutores”, realizado pela KPMG com lideranças do setor. A 17ª edição do levantamento foi conduzida pela consultoria em parceria com a Global Semiconductor Alliance (GSA) ouvindo 152 pessoas de posição de liderança da indústria de semicondutores. Na opinião de 56%, a escassez de chips persistirá até 2023. Destes, 22% acreditam que a crise no fornecimento acabará em meados do ano que vem. Já 42% dos entrevistados acreditam que a situação poderá se normalizar ainda em 2022. Entre eles, 26% avaliam que a indústria automotiva estará livre do problema até o final de 2022. “A expectativa é que o setor de semicondutores gere receitas recordes de mais de US$ 600 bilhões em 2022. Além disso, com a diminuição das pressões econômicas globais, a confiança no potencial de crescimento do setor provavelmente deve seguir crescendo. A procura por semicondutores deve continuar elevada nos próximos anos”, declarou Felipe Catharino, sócio-diretor líder do segmento de Tecnologia da KPMG no Brasil. Para ler o estudo na íntegra, clique aqui. (Automotive Business – 20.06.2022)

<topo>


Equipe de Pesquisa UFRJ
Editor: Prof. Nivalde J. de Castro (nivalde@ufrj.br)
Subeditores: Fabiano Lacombe e Luiza Masseno
Pesquisadores: João Pedro Gomes, Leonardo Gonçalves e Vinicius José da Costa
Assistente de pesquisa: Sérgio Silva

As notícias divulgadas no IFE não refletem necessariamente os pontos da UFRJ. As informações que apresentam como fonte UFRJ são de responsabilidade da equipe de pesquisa sobre o Setor Elétrico do Instituto de Economia da UFRJ.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE E SIGILO
Respeitamos sua privacidade. Caso você não deseje mais receber nossos e-mails,  Clique aqui e envie-nos uma mensagem solicitando o descadastrado do seu e-mail de nosso mailing.


Copyright UFRJ

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: