IFE.ME 108

Informativo Eletrônico – Mobilidade Elétrica nº 108 – publicado em 31 de maio de 2022.

IFE: Informativo Eletrônico de Mobilidade Elétrica – GESEL-UFRJ <!–

l

IFE: nº 108 – 31 de maio de 2022
http://gesel.ie.ufrj.br/
gesel@gesel.ie.ufrj.br

Editor: Prof. Nivalde J. de Castro

Índice

Políticas Públicas e Regulatórias
1
Brasil: PL que visa o desenvolvimento de VEs segue para análise da CAE
2 ABNT: Norma para instalação de carregadores de VEs
3 República Democrática do Congo: Investimento na cadeia de suprimento de baterias
4 EUA: EPA lança Programa Ônibus Escolar Limpo
5 Espanha: Madrid encomenda ônibus elétricos para frota municipal

Inovação e Tecnologia
1 Alemanha: Carregamento indutivo para táxis elétricos é inaugurado em Colônia
2 Continental: Novos sensores para proteção de baterias de VEs
3 ZF e Mercedes-Benz Trucks: Tomada de força eWorX para caminhões elétricos
4 SAKOR e Nexteer: Dinamômetro para testar motores e inversores de VEs
5 Polestar e StoreDot: Parceria visa o desenvolvimento de tecnologias de carregamento extremamente rápido
6 Hydrovolt: Maior usina de reciclagem de baterias da Europa
7 Marelli: Novo sistema de gerenciamento de baterias sem fio

Indústria Automobilística
1 Eletra: Nova fábrica de ônibus e caminhões elétricos em São Bernardo do Campo
2 Bravo Motors: Fábrica de baterias para VEs no Brasil
3 Mercedes: Primeiro AMG elétrico será lançado no Brasil em julho

4 BYD: Sedã elétrico Han esgotou em pré-venda no Brasil

5 Watts: Investimento no segmento de motos elétricas

6 Voltz Motors: Desafios para atender a elevada demanda por motos elétricas

7 IEA: Panorama de Vendas de VEs em 2022

8 Lancia: Marca será totalmente elétrica a partir de 2026
9 Stellantis e Samsung: Fábrica de baterias para VEs em Indiana, nos EUA
10 Volvo Cars: Emissão de títulos verdes para financiar eletrificação
11 Daimler e Manz: Parceria visa o desenvolvimento de baterias para caminhões elétricos
12 Volkswagen: Nova fábrica de VEs inicia operação na Europa
13 Nissan e Mitsubishi: Miniveículos elétricos desenvolvidos em conjunto no Japão

14 Subaru: Fábrica voltada para veículos elétricos nos EUA

15 Tesla: Expansão da Gigafactory em Berlim

Meio Ambiente
1 ESG: Pontoon E-Mobility anuncia projeto de locação de VEs em Pernambuco
2 ESG: Osten Fleet anuncia rede de serviço de compartilhamento de VEs
3 EUA: Rede de serviço de compartilhamento de VEs para famílias de baixa renda em Minnesota
4 ESG: BC Transit aprova contrato para compra de ônibus elétricos

5 ESG: Tower Transit encomenda ônibus elétricos para rota de Londres
6 ESG: Sysco Corporation adquire caminhões elétricos para frota comercial
7 Bank of America e Electrify America: Pontos de carregamento em centros financeiros nos EUA

Eventos e Estudos
1 Ernst & Young: Carros elétricos são preferência mundial de consumidores


 

 

Políticas Públicas e Regulatórias

1 Brasil: PL que visa o desenvolvimento de VEs segue para análise da CAE

A tecnologia para pesquisa de desenvolvimento de tecnologia para veículos elétricos no Brasil poderá receber incentivos. Empresas beneficiadas por renúncias fiscais no programa Rota 2030 deverão aplicar 1,5% do benefício tributário nessa linha de pesquisa, determina um projeto de lei (PL 6.020/2019) já aprovado pela Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) e que será analisado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). A autoria é da senadora Leila Barros (PSB-DF) e a relatoria na CCT foi do senador Rodrigo Cunha (União-AL). (Agência do Senado – 24.05.2022)

<topo>

2 ABNT: Norma para instalação de carregadores de VEs

A ABNT publicou a norma ABNT NBR 17019:2022 – Instalações elétricas de baixa tensão – Requisitos para instalações em locais especiais – Alimentação de VEs, elaborado pelo Comitê Brasileiro de Eletricidade (ABNT/CB-003). Segundo a associação, a ABNT NBR 17019 especifica os requisitos para a instalação elétrica fixa destinada a fornecer energia elétrica aos veículos elétricos e/ou a receber energia elétrica a partir dos veículos elétricos. O texto foi baseado na IEC 60364-7-722:2018. De acordo com a ABNT, a norma não abrange a avaliação de risco de explosão devido à produção de hidrogênio, ou outros gases inflamáveis, durante a carga da bateria. A NBR 17019 substitui alguns trechos da NBR 5410 – Instalações Elétricas de Baixa Tensão, que determina condições e regras para instalações elétricas de baixa tensão até 1000V em tensão alternada e 15000V em tensão ininterrupta no Brasil. O texto ainda determina que as estações de recarga para VEs destinadas ao público devem ser projetadas visando o fácil acesso ao ponto de recarga, além de estarem sinalizadas adequadamente. (Canal Solar – 24.05.2022)

<topo>

3 República Democrática do Congo: Investimento na cadeia de suprimento de baterias

Como maior produtor mundial de cobalto, a República Democrática do Congo não quer mais se contentar com o papel de fornecedor de matéria-prima. Em vez disso, quer construir sua própria cadeia de suprimentos de baterias no país. O primeiro passo, no entanto, é a construção de uma planta piloto para a produção de matérias-primas visando a produção de catodos de cobalto. A previsão é que a instalação entre em operação até o final de 2023. De acordo com o plano do ministro da Indústria, Julien Paluku Kahongya, uma fábrica completa de células de bateria também poderia ser construída no Congo até o final desta década. A República Democrática do Congo também celebrou um acordo de cooperação com a vizinha Zâmbia, que também quer aumentar significativamente sua mineração de matérias-primas para baterias. O país é conhecido principalmente como produtor de cobre. (Electrive – 23.05.2022)

<topo>

4 EUA: EPA lança Programa Ônibus Escolar Limpo

O novo Programa de Ônibus Escolar Limpo da EPA (Agência de Proteção Ambiental) fornecerá US$ 5 bilhões nos próximos cinco anos (ano fiscal 2022-2026) para substituir os ônibus escolares existentes por modelos de emissão zero e baixa emissão. A EPA agora está oferecendo US$ 500 milhões por meio do programa Clean School Bus Rebates de 2022 para descontos em ônibus escolares de emissão zero e baixa emissão como a primeira oportunidade de financiamento do programa. No âmbito do Programa Ônibus Escolar Limpo, metade do financiamento disponível é dedicado a ônibus escolares com emissão zero e metade é para ônibus escolares limpos, sendo este último um ônibus escolar que reduz as emissões e é operado total ou parcialmente com combustível alternativo ou é um ônibus de emissão zero. (Green Car Congress – 22.05.2022)

<topo>

5 Espanha: Madrid encomenda ônibus elétricos para frota municipal

A Empresa Municipal de Transportes de Madrid (EMT) concedeu mais uma encomenda à Irizar e-mobility, desta vez composta por 90 ônibus elétricos. Este último pedido significa que a EMT Madrid terá agora um total de 175 ônibus Irizar sem emissões em sua frota. Os veículos Irizar zero emissões terão baterias de última geração com mais de 430 kWh de energia. A unidade de tração dos veículos será um motor central de 206 kW. A última encomenda da EMT é a maior encomenda de autocarros elétricos atribuída à Irizar e-mobility até agora. (Green Car Congress – 25.05.2022)

<topo>

 

 

Inovação e Tecnologia

1 Alemanha: Carregamento indutivo para táxis elétricos é inaugurado em Colônia

O primeiro sistema de carregamento indutivo para táxis eletrificados no espaço público da cidade de Colônia, na Alemanha, foi colocado em operação nas imediações da principal estação ferroviária da cidade. Como parte do projeto “Taxi Charging Concept for Public Space” (TALAKO, na sigla em inglês), lançado no outono de 2019, o protótipo do sistema de carregamento indutivo foi instalado pela primeira vez há um ano na empresa de táxis Auto Stephany em Mülheim. A instalação do protótipo em Mühlheim está sendo seguida agora pelo seu uso em espaços públicos. O sistema de carregamento indutivo com as duas primeiras estações de carregamento sem fio foi construído em parceria com a RheinEnergie AG e continuará a ser operado após o término do projeto. Mais quatro estações de carregamento desse tipo devem entrar em operação nas próximas semanas. (Electrive – 23.05.2022)

<topo>

2 Continental: Novos sensores para proteção de baterias de VEs

A Continental está lançando dois novos sensores para VEs: o Current Sensor Module (CSM) e o sistema Battery Impact Detection (BID). Ambas as novas soluções se concentram na proteção da bateria e/ou na retenção dos parâmetros da bateria. O Módulo Sensor de Corrente de alta tensão (CSM), que entrará em produção este ano, mede a corrente e detecta simultaneamente a temperatura. A solução Battery Impact Detection (BID) é uma alternativa leve à pesada “blindagem” do piso contra danos. Considerando que a bateria é o componente mais caro em um carro elétrico, o CSM não foi desenvolvido apenas para proteger a bateria de sobrecorrentes, mas também ajudará a manter os parâmetros da bateria limitando os efeitos do envelhecimento. Integrado na unidade de desconexão da bateria ou na própria bateria, o CSM fornecerá as duas informações decisivas para a proteção da bateria, bem como o monitoramento confiável da autonomia. (Green Car Congress – 26.05.2022)

<topo>

3 ZF e Mercedes-Benz Trucks: Tomada de força eWorX para caminhões elétricos

A ZF uniu forças com a Mercedes-Benz Trucks para equipar seus caminhões elétricos com eWorX, o sistema de tomada de força eletrificada (PTO) da ZF. A solução tudo-em-um eWorX oferece aos fabricantes de carrocerias uma interface mecânica conhecida para acionar equipamentos de trabalho. ZF eWorX é um sistema modular, padronizado e inteligente que combina todas as funções necessárias para a eletrificação de equipamentos de bordo em uma única unidade compacta. Um passo na transformação elétrica de veículos comerciais, o eWorX da ZF oferece zero emissões locais e reduz significativamente os níveis de ruído, facilitando a operação em cidades e áreas residenciais. O sistema eWorX instalado nos veículos de demonstração possui um motor elétrico com potência nominal de 50 kW, um inversor e uma unidade de controle com software específico para a aplicação, bem como um sistema de refrigeração e uma bomba hidráulica. (Green Car Congress – 26.05.2022)

<topo>

4 SAKOR e Nexteer: Dinamômetro para testar motores e inversores de VEs

A SAKOR Technologies recentemente forneceu à Nexteer Automotive um sistema de teste de dinamômetro projetado para testar motores e inversores de alta velocidade em projetos de veículos híbridos e elétricos. A Nexteer, usará o sistema dinamômetro para testar sua nova linha de sistemas completos de propulsão de VEs. O sistema contará com um dinamômetro AC de quatro quadrantes AccuDyne de 164 kW para fornecer o torque necessário e a velocidade máxima de 12.000 rotações por minuto (rpm). O sistema de teste também inclui um simulador de bateria de 175 kW, ±500 Vdc, 500 amp. O dinamômetro e outros subsistemas são configurados para testes de motores de VEs e todo o sistema será automatizado pelo controlador de automação de teste DynoLAB da SAKOR, um sistema poderoso que permite que engenheiros e/ou técnicos de teste projetem e implementem procedimentos de teste complexos sem a necessidade de aprender uma linguagem de programação. Os operadores podem configurar e executar testes rapidamente usando a interface orientada por menus. (Green Car Congress – 24.05.2022)

<topo>

5 Polestar e StoreDot: Parceria visa o desenvolvimento de tecnologias de carregamento extremamente rápido

A StoreDot, pioneira em tecnologias de carregamento extremamente rápido para VEs, firmou uma parceria estratégica com a Polestar, após um investimento da marca de desempenho premium totalmente elétrica. Como parte desta nova parceria e acordo de investimento, a Polestar investigará a utilização das baterias dominantes de silício de carregamento extremamente rápido da StoreDot para futuros carros Polestar. A StoreDot está a caminho de começar a produzir em massa sua tecnologia ‘100in5’ já em 2024, alcançando 100 milhas de alcance em apenas cinco minutos de carregamento. O novo financiamento vem como parte da rodada de investimentos Série D da StoreDot. A Polestar está se juntando aos investidores e parceiros globais da empresa, incluindo Daimler, BP, VinFast, Volvo, Ola Electric, Samsung, TDK e EVE Energy. (Green Car Congress – 24.05.2022)

<topo>

6 Hydrovolt: Maior usina de reciclagem de baterias da Europa

A Hydrovolt, joint venture de reciclagem de baterias de carros elétricos entre a Hydro, uma empresa de alumínio e a Northvolt, iniciou oficialmente suas operações comerciais de sua usina de reciclagem em Fredrikstad, na Noruega, no dia 15 de maio. A fábrica, que evita a poluição ao fazer a reciclagem e coleta de forma correta das baterias de VEs, iniciou suas atividades comerciais menos de dois anos após o anúncio oficial, em 2020. De acordo com o comunicado de imprensa, a fábrica da Hydrovolt é atualmente a maior usina de reciclagem de baterias de carros elétricos da Europa, com capacidade anual para reciclar 12 mil toneladas de baterias, o que equivale a 25 mil baterias de carros elétricos. A estimativa é que seja suficiente para reciclar todo o mercado da Noruega de baterias de fim de vida. (Click Petróleo e Gás – 24.05.2022)

<topo>

7 Marelli: Novo sistema de gerenciamento de baterias sem fio

A Marelli lança seu novo sistema de gerenciamento de baterias sem fio. A tecnologia, que é tecnicamente chamada de wBMS (wireless distributed Battery Management System), usa transmissão de dados sem fio para conectar a unidade de controle com a própria bateria, oferecendo uma série de vantagens. Em primeiro lugar, por exemplo, o sistema elimina a fiação de gerenciamento de bateria, substituída por um método de transmissão de dados sem fio, que permite ter maior liberdade no arranjo de componentes, dimensões menores e, em geral, uma maior flexibilidade de design. O sistema sem fio de Marelli, especificamente, elimina 90% da fiação que geralmente conecta a unidade de controle e a bateria. Essa redução também promete uma considerável redução de custos. Além disso, a ausência de conectores e a redução geral de peso alivia os componentes com efeitos benéficos sobre a autonomia geral do carro, o que pode, assim, ganhar algo em termos de eficiência. (Inside EVs – 28.05.2022)

<topo>

 

 

Indústria Automobilística

1 Eletra: Nova fábrica de ônibus e caminhões elétricos em São Bernardo do Campo

A Eletra Industrial, montadora nacional de caminhões e ônibus elétricos, divulgou recentemente sua mudança para um novo prédio, em São Bernardo do Campo (SP), onde terá capacidade de produzir 150 ônibus elétricos e híbridos por mês, ou até 1.800 por ano, já a partir do segundo semestre de 2022. A ampliação das instalações faz parte de um plano de investimentos cujo objetivo é posicionar a empresa como a principal indústria nacional de veículos elétricos pesados. Segundo a empresa, a fábrica será inaugurada oficialmente em julho, próximo com o objetivo de “atender à crescente demanda por ônibus elétricos dos vários municípios que aprovaram leis e programas de troca das frotas a diesel por frotas de baixa emissão”. A mudança de endereço também permitirá a expansão dos serviços de conversão de caminhões a diesel para veículos elétricos e híbridos. Segundo o diretor de vendas Silvestre Sousa, as metas da Eletra concentram-se principalmente no Brasil, mas visam também ao crescente mercado latino-americano. (Mobilize Brasil – 24.05.2022)

<topo>

2 Bravo Motors: Fábrica de baterias para VEs no Brasil

O parque industrial de carros elétricos a ser implantado pela Bravo Motors Company – fabricante de veículos e baterias elétricos, sediada nos Estados Unidos -, sob investimentos de R$ 25 bilhões, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), deve abrigar aquela que será a primeira fábrica de baterias de lítio da América Latina. Para isso, a companhia assinou um acordo com a multinacional Rockwell Automation. O início da construção do Parque Industrial Colossus Cluster está previsto para o segundo semestre deste ano. Já a produção deve começar a partir de 2023. Enquanto isso, a empresa já conta com projetos pilotos de veículos elétricos em desenvolvimento, que deverão ser integrados à frota mineira a partir do ano que vem. (Diário do Comércio – 26.05.2022)

<topo>

3 Mercedes: Primeiro AMG elétrico será lançado no Brasil em julho

Atual topo de linha na eletrificação da Mercedes-Benz no mundo, o Mercedes EQS teve a sua chegada ao Brasil confirmada para o próximo mês de julho. O sedã será o segundo elétrico da marca no país, mas o primeiro AMG elétrico por aqui, já que ele chegará em sua configuração mais poderosa e chancelada pela divisão esportiva. O EQS 53 4Matic+ é bem mais caro do que os rivais: parte de R$ 1.350.090 – contra R$ 1.079.990 do Audi e R$ 929.000 do Taycan Turbo, versão mais próxima dos rivais em mecânica. O sedã é equipado com dois motores elétricos, instalados um em cada eixo, que somam 658 cv de potência e 96,9 kgfm de torque. Um destaque do modelo diante dos rivais, porém, está na autonomia de até 580 km no ciclo WLTP, superior aos 453 prometidos no Taycan e 472 no e-tron GT. Assim, o EQS será o segundo modelo elétrico de maior alcance no Brasil, atrás apenas do BMW iX, que ultrapassa os 600 km. (Quatro Rodas – 27.05.2022)

<topo>

4 BYD: Sedã elétrico Han esgotou em pré-venda no Brasil

O BYD Han teve o primeiro lote esgotado no Brasil. O sedã elétrico de luxo lançado há um mês teve todas as unidades de pré-venda comercializadas no Brasil, superando as expectativas iniciais da marca que está começando a vender carros elétricos de passeio no país. Segundo o comunicado divulgado pela BYD, o primeiro lote de pré-venda do sedã elétrico com 50 unidades a um preço de R$ 539.990 se esgotou antes do prazo estimado pela empresa. Com início de entregas previsto para o segundo semestre deste ano, o BYD Han é sucesso de vendas na China. O sedã elétrico também foi destaque por ser o primeiro modelo da BYD equipado com as baterias de lâmina (Blade) de lítio-ferro-fosfato (LiFePO4) com capacidade de 76,9 kWh e que prometem autonomia de 550 km pelo ciclo NEDC, que é mais otimista que o padrão WLTP. (Inside EVs – 23.05.2022)

<topo>

5 Watts: Investimento no segmento de motos elétricas

Enquanto as tradicionais líderes do setor ainda engatinham na eletrificação, o setor está ganhando a atenção de startups, incluindo algumas que são apoiadas por negócios tradicionais. De olho nessa tendência, a fabricante de eletroeletrônicos Multilaser fechou um acordo de aquisição da novata Watts, por R$ 10,5 milhões, em março. Com 22 concessionárias espalhadas pelas cinco regiões do País, a Watts é focada em veículos elétricos, como scooters e patinetes. Mas a empresa já está indo além. Sua primeira motocicleta, chamada W125, é equivalente a um veículo de 125 cilindradas a combustão. Com autonomia de até 110 km e cinco horas de tempo total de recarga da bateria, a E-125 atinge até 100 km/h e tem preço de tabela a partir de R$ 20 mil. “Queremos trazer a realidade mundial da mobilidade elétrica para o Brasil. Muito se fala sobre carro elétrico, mas há uma oportunidade nos veículos mais leves”, afirma Rodrigo Gomes, diretor comercial e cofundador da Watts. Para crescer, a companhia vai apostar nas vendas para consumidores, empresas e governos. (BroadCast Energia – 28.05.2022)

<topo>

6 Voltz Motors: Desafios para atender a elevada demanda por motos elétricas

De acordo com a Voltz, criada em Recife, a empresa foi surpreendida com um grande interesse dos consumidores em suas motos elétricas. Na pré-venda, iniciada em 2020, foram vendidas 2 mil motos em 15 dias. Porém, a demanda e a oferta não estavam alinhadas. Então, os atrasos começaram. “Tivemos problemas como falta de matéria-prima, frete marítimo, entre outros desafios”, informou a empresa em e-mail enviado à reportagem. Para amenizar os problemas, a companhia ofereceu “vouchers” de desconto em aplicativos de transporte para quem tinha comprado uma moto EVS. O Estadão apurou que a empresa vendeu mais motocicletas do que teve capacidade de entregar aos consumidores. Entre outros componentes, a Voltz lida com escassez das baterias para as motos. Em grupos no aplicativo de mensagens Telegram, as críticas aos atrasos nas entregas são constantes em todas as publicações da empresa neste ano. A companhia trabalha para ampliar a capacidade produtiva. Com uma nova fábrica em Manaus, a empresa planeja produzir, com montagem em dois turnos por dia, 2 mil motos ao mês. A fábrica deve começar a funcionar nos próximos dias. (BroadCast Energia – 28.05.2022)

<topo>

7 IEA: Panorama de Vendas de VEs em 2022

O crescimento das vendas globais de carros elétricos ganhou novos desdobramentos. Depois de baterem recordes no ano passado, as aquisições de veículos do tipo também estão em crescimento em 2022. A constatação é da Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês), que lançou nesta semana uma nova edição do estudo Global Electric Vehicle Outlook. Contudo, para garantir o crescimento futuro, a agência acredita que serão necessários mais esforços para diversificar a fabricação de baterias e suprimentos minerais essenciais, reduzindo os riscos de gargalos e aumentos de preços. De acordo com a agência, as vendas de carros elétricos (incluindo híbridos totalmente elétricos e plug-in) dobraram em 2021 para um novo recorde de 6,6 milhões. Já neste mesmo período, mesmo com todas as tensões nas cadeias de suprimentos globais, as vendas continuaram subindo fortemente em 2022, com 2 milhões de carros elétricos vendidos em todo o mundo no primeiro trimestre, um aumento de três quartos em relação ao mesmo período do ano anterior. Na China, as vendas de carros elétricos quase triplicaram em 2021 para 3,3 milhões, representando cerca de metade do total global. As vendas também cresceram fortemente na Europa (aumentando 65% para 2,3 milhões) e nos Estados Unidos (mais que dobrando para 630 mil). O apoio político sustentado tem ajudado a manter as fortes vendas de carros elétricos em muitos mercados. Os gastos públicos gerais em subsídios e incentivos dobraram em 2021, totalizando quase US$ 30 bilhões. Para conferir o relatório na íntegra, clique aqui. (Petronotícias – 24.05.2022)

<topo>

8 Lancia: Marca será totalmente elétrica a partir de 2026

A Lancia, subsidiária do grupo Stellantis, anunciou que todos os novos veículos lançados a partir de 2026 serão puramente elétricos. Ademais, a partir de 2028, a marca pretende encerrar as vendas de veículos com motor à combustão. No ano passado, a controladora Stellantis já havia anunciado que a partir de 2026, novos modelos da Lancia só seriam lançados no mercado com acionamento elétrico. No entanto, a Lancia antecipou o lançamento do seu primeiro carro elétrico para 2024. O modelo elétrico pioneiro será o Lancia Ypsilon, que, com cerca de quatro metros de comprimento, se enquadra no segmento dos sedãs hatchback. Outros dois modelos similares estão previstos para serem lançados em 2026 e 2028. Com estes três novos carros elétricos, a Lancia pretende cobrir cerca de 50% das suas vendas. Segundo a empresa, os modelos têm a função de reforçar a posição da Stellantis no segmento premium e de luxo, como a empresa definiu na sua estratégia “Dare Forward 2030”. (Electrive – 23.05.2022)

<topo>

9 Stellantis e Samsung: Fábrica de baterias para VEs em Indiana, nos EUA

A Stellantis e a Samsung planejam gastar US$ 2,5 bilhões para construir uma fábrica de baterias em Kokomo, Indiana, que deverá criar 1.400 empregos. A joint venture deve iniciar a produção em 2025 e destina-se a fornecer baterias para Jeeps, caminhões Ram e outros veículos na América do Norte. É o segundo anúncio desse tipo da Stellantis, que tem sido muito mais lenta na introdução de carros e caminhões elétricos do que outras montadoras estabelecidas. A empresa pretende vender cinco milhões de veículos elétricos até 2030. No final da década, espera que carros e caminhões elétricos componham todas as suas vendas na Europa e metade delas na América do Norte. Os novos modelos incluirão um carro esportivo elétrico Dodge, uma caminhonete elétrica Ram e um veículo utilitário esportivo Jeep elétrico. (New York Times – 24.05.2022)

<topo>

10 Volvo Cars: Emissão de títulos verdes para financiar eletrificação

A Volvo Cars colocou com sucesso seu segundo título verde para levantar € 500 milhões de um conjunto diversificado de investidores globais. O título foi subscrito três vezes, apesar das condições desafiadoras do mercado global. Todos os recursos são destinados ao financiamento e aceleração da transformação da empresa para se tornar uma montadora totalmente elétrica até 2030 e se tornar neutra em relação ao clima e circular até 2040. Mais de dois terços dos lucros financiarão a pesquisa e o desenvolvimento de powertrains elétricos para carros Volvo puramente elétricos de próxima geração, bem como novas tecnologias de plataforma relacionadas, enquanto o restante será investido no aumento da capacidade de produção da empresa de carros totalmente elétricos. O título verde não garantido sênior de taxa fixa de € 500 milhões, de 6 anos, foi emitido sob o programa Euro Medium Term Note da Volvo Cars. O título vence em 31 de maio de 2028, paga um cupom fixo de 4,25%, equivalente a 291 pontos base acima do mid-swap, e será listado na Bolsa de Valores de Luxemburgo. (Green Car Congress – 25.05.2022)

<topo>

11 Daimler e Manz: Parceria visa o desenvolvimento de baterias para caminhões elétricos

A Daimler Truck fez um importante movimento na Europa para garantir a tecnologia de baterias para seus futuros caminhões elétricos. A montadora aumentou em cerca de 10% a sua participação acionária na Manz, fornecedora alemã de tecnologia que tem foco na indústria automotiva e eletromobilidade. As duas empresas assinaram acordo que prevê o desenvolvimento e instalação de uma linha de produção e montagem de sistemas completos de células de baterias de íons de lítio. A nova linha será erguida na fábrica da Daimler em Mannheim, na Alemanha. Na unidade, funciona o InnoLab Battery, onde serão desenvolvidas as novas baterias. Trata-se do centro de competência da Daimler Truck para tecnologia de baterias e sistemas de alta tensão. (Automotive Business – 24.05.2022)

<topo>

12 Volkswagen: Nova fábrica de VEs inicia operação na Europa

A Volkswagen iniciou na sexta-feira, 20 de maio, a produção de veículos na fábrica de Emden, na Alemanha, onde será feito o modelo elétrico ID.4. A unidade é a segunda no país a produzir VEs, que já contava com a produção em Zwickau. No mundo, são quatro fábricas da VW que produzem elétricos. Mais duas entrarão em operação este ano, nos Estados Unidos e na Alemanha. A fábrica de Emden, operada por 8 mil funcionários, teve de ser reformulada para produzir o novo veículo elétrico da marca, processo que demandou investimento de € 1 milhão. Além do ID.4, será produzido na unidade o sedã zero combustão Aero B, a partir de 2023. A capacidade máxima de produção da fábrica de elétricos de Emden, quem tem 125 mil metros quadrados, será de 800 unidades por dia útil até o fim de 2022. Porém, a VW ressalta que tal projeção depende da situação global de fornecimento de componentes. (Automotive Business – 23.05.2022)

<topo>

13 Nissan e Mitsubishi: Miniveículos elétricos desenvolvidos em conjunto no Japão

A Nissan Motor e a Mitsubishi Motors revelaram seus primeiros veículos elétricos leves (EVs) desenvolvidos em conjunto – o Sakura e o eK X EV (pronuncia-se “eK cross EV”), – no Japão. A cerimônia de line-off ocorreu na fábrica de Mizushima da Mitsubishi Motors na cidade de Kurashiki, Okayama Pref., Japão, onde o veículo é produzido. Sob a gestão de planejamento e desenvolvimento da NMKV, uma joint venture da Nissan e da Mitsubishi Motors, o Kei EV não apenas integrou as tecnologias avançadas da Nissan com a experiência da Mitsubishi Motors na fabricação de carros Kei, mas também as tecnologias de eletrificação combinadas das duas empresas. Além da tecnologia de produção de VEs que a fábrica de Mizushima aperfeiçoou através do i-MiEV, bem como do Minicab MiEV, a planta alcançou alta qualidade e competitividade de custo por meio de investimentos para produção integrada de baterias no local, linha de produção de plataforma VE, e mais. (Green Car Congress – 22.05.2022)

<topo>

14 Subaru: Fábrica voltada para veículos elétricos nos EUA

A Subaru anuncia investimento de US$ 1.9 bilhões (em torno de R$ 9.6 bilhões) nos próximos cinco anos para a produção e desenvolvimento de tecnologias relacionadas à produção de baterias e veículos elétricos, com foco no mercado da América do Norte. A Subaru tem forte presença nos Estados Unidos e já comunicou aos concessionários no país que seu estoque alcançou um nível preocupante de 5 mil unidades, um dos reflexos da crise mundial de semicondutores. Mas visando mudar esse quadro no futuro, a marca japonesa irá construir uma fábrica para produzir veículos a gasolina e elétricos até 2025 e planejam também uma segunda fábrica, voltada exclusivamente para a produção de veículos elétricos até 2030. (IG – 23.05.2022)

<topo>

15 Tesla: Expansão da Gigafactory em Berlim

A Tesla começou a se mover oficialmente para expandir a Gigafactory de Berlim, na Alemanha, em um novo lote de 250 acres com a apresentação do plano de construção ao município. A montadora acaba de iniciar a produção na fábrica e ainda está tendo problemas para aumentar as coisas, mas isso não impede a empresa de já expandir a fábrica. A Tesla tem planos ambiciosos para a Gigafactory Berlim, que inclui mais integração vertical para limitar sua exposição a problemas da cadeia de suprimentos e um aumento da produção de veículos para eventualmente 1 milhão de unidades. (Electrek – 26.05.2022)

<topo>

 

 

Meio Ambiente

1 ESG: Pontoon E-Mobility anuncia projeto de locação de VEs em Pernambuco

A Pontoon E-Mobility irá desenvolver um projeto de locação de carros elétricos em Pernambuco. A empresa, que integra o Pontoon Clean Tech, anunciou a instalação de uma sede em Recife em agosto deste ano. A iniciativa visa ofertar a locação de 190 veículos elétricos para empresas privadas de todo o Brasil. A meta é ter mais de 1,2 mil carros elétricos alugados até o final de 2023. Conforme a companhia, a diferenciação dos incentivos fiscais de isenção do IPVA e licenciamento remoto de veículos foi uma vantagem que levou à escolha de Pernambuco pela empresa. O estado é o único do Brasil a isentar a taxa para carros elétricos. “Buscamos as melhores iniciativas para os nossos clientes e essa parceria firmada com o governo de Pernambuco e com a Prefeitura do Recife nos coloca em um outro patamar frente às empresas do setor”, comentou o CEO do Grupo Pontoon, Marcos Severine. (Portal Solar – 24.05.2022)

<topo>

2 ESG: Osten Fleet anuncia rede de serviço de compartilhamento de VEs

A Osten Fleet, empresa pertencente à Osten Group, um dos principais grupos automotivos do segmento premium no país, acaba de anunciar sua entrada no segmento de carsharing de carros de especiais e de luxo. A solução de mobilidade visa proporcionar aos clientes a oportunidade de deslocamento com experiência, bem como a vivência de rotinas com veículos elétricos e híbridos, a fim de incentivar a sustentabilidade por meio da aceleração da adesão a esses novos modelos. Inicialmente, o serviço denominado de Osten GO Carsharing está sendo oferecido de forma exclusiva para clientes da Housi, moradia por assinatura, por meio da parceria das marcas juntamente com a Ucorp que é a responsável pelo desenvolvimento do aplicativo. Os modelos disponíveis pelo aplicativo são o Mini Cooper S Top Elétrico e o BMW i3 e a previsão é de que até o final de maio os carros estejam disponíveis também nos endereços da Osten Group na cidade de São Paulo. (Mobilidade Sampa – 24.05.2022)

<topo>

3 EUA: Rede de serviço de compartilhamento de VEs para famílias de baixa renda em Minnesota

Nos EUA, as cidades de Minneapolis e as áreas metropolitanas de Saint Paul, no estado de Minnesota, lançaram oficialmente uma rede de compartilhamento de carros totalmente elétricos, denominada Evie Carshare, em parceria com a organização sem fins lucrativos HourCar. A HourCar vai supervisionar a operação do projeto que visa atender as populações de baixa renda e os bairros ao longo do corredor I-94 entre as cidades. A rede Evie Carshare tem agora 171 veículos e 70 estações de carregamento. As 70 estações de carregamento incluem pontos de carregamento convencionais e 12 pontos de carregamento rápido. Para acomodar também viagens mais longas, a maioria desses pontos de carregamento rápido fica perto de saídas das principais rodovias da região. O prefeito de St. Paul, Melvin Carter, revelou que a rede de compartilhamento de VEs já tinha mais de 3.000 assinantes antes do lançamento oficial. Embora a pandemia tenha atrasado o lançamento, o atraso também permitiu que a HourCar reduzisse os preços e taxas de entrada em cerca de 40%, tornando o programa mais acessível aos visados. (Electrive – 23.05.2022)

<topo>

4 ESG: BC Transit aprova contrato para compra de ônibus elétricos

A BC Transit na Colúmbia Britânica, Canadá, aprovou um contrato de US$ 20 milhões para a compra de dez ônibus elétricos Proterra ZX5 de 40 pés e um carregador de frota de VEs em escala de megawatts da Proterra Energy como parte da transição da agência para uma frota de ônibus totalmente elétrica. O contrato inclui a opção de a BC Transit adquirir ônibus elétricos de trânsito adicionais e carregadores de VE da Proterra, pois a agência busca substituir 500 ônibus por veículos elétricos na próxima década. A Proterra foi selecionada pela BC Transit por meio de processo competitivo para o programa de eletrificação, que incluiu licitações de outros fabricantes de veículos de transporte público. Os dez ônibus elétricos Proterra ZX5 iniciais da BC Transit, que serão equipados com 675 kWh de energia a bordo, devem ser entregues em 2023. (Green Car Congress – 26.05.2022)

<topo>

5 ESG: Tower Transit encomenda ônibus elétricos para rota de Londres

A empresa de ônibus elétricos e veículos comerciais leves com zero carbono, Switch Mobility, está fornecendo à operadora de ônibus Tower Transit 12 E-Buses Metrocity. A frota de Metrocitys será implantada na Rota 339, operando em Lea Interchange e operando entre Shadwell e Leytonstone. A Rota 339 será a primeira rota EV completa fora do Lea Interchange. A Switch diz que seu ônibus elétrico Metrocity é um dos ônibus elétricos mais eficientes do Reino Unido. Combinando uma bateria NMC de 250kwh com uma plataforma monobloco leve, o ônibus oferece autonomia de até 180 milhas com um tempo de carregamento inferior a três horas. (Smart Transport – 25.05.2022)

<topo>

6 ESG: Sysco Corporation adquire caminhões elétricos para frota comercial

A Daimler Truck North America (DTNA) e a Sysco Corporation (NYSE: SYY), uma empresa líder de distribuição de serviços de alimentação dos EUA, assinaram uma Carta de Intenção (LOI) para entregar até 800 caminhões Freightliner eCascadia Classe 8 elétricos a bateria até 2026. O primeiro A entrega do eCascadia deve chegar ao site da Sysco em Riverside, Califórnia, no final deste ano. Com mais de 58.000 associados, a empresa opera 343 instalações de distribuição em todo o mundo e atende a mais de 650.000 locais de clientes. A Sysco pretende abastecer mais sua frota de caminhões com combustíveis alternativos, e a implantação do Freightliner eCascadias junto com reboques refrigerados desempenhará um papel significativo para atingir sua meta de eletrificar 35% de sua frota nos EUA até 2030. (Green Car Congress – 26.05.2022)

<topo>

7 Bank of America e Electrify America: Pontos de carregamento em centros financeiros nos EUA

O Bank of America e a Electrify America anunciaram planos para mais que dobrar o número de centros financeiros equipados com estações de carregamento de veículos elétricos nos EUA até o final de 2023. O banco dos EUA e a subsidiária da rede de carregamento da Volkswagen nos EUA firmaram uma parceria na área da infraestrutura de carregamento em 2019. Como resultado, neste ano já foram instalados 172 pontos de carregamento da Electrify America em 46 centros financeiros do país. As empresas pretendem elevar este número para mais de 350 pontos de carregamento em mais de 90 centros financeiros até 2023. (Electrive – 29.05.2022)

<topo>

 

 

Eventos e Estudos

1 Ernst & Young: Carros elétricos são preferência mundial de consumidores

Uma pesquisa da empresa Ernst & Young mostra que o interesse dos consumidores por carros elétricos cresceu recentemente. Atualmente, mais da metade dos compradores de carros dizem que querem que seu próximo carro seja um veículo elétrico. Dos entrevistados do Índice de Consumidor de Mobilidade anual da Ernst & Young, 52% dos que desejam comprar um carro, querem um elétrico. A pesquisa foi realizada com 13 mil pessoas em 18 países e o Brasil não integra a lista. Segundo a empresa, o salto foi de 22 pontos percentuais em 2 anos. É a primeira vez que o índice global ultrapassa os 50%. Compradores da Itália (73%), China (69%) e Coreia do Sul (63%) são os mais interessados. Os menos interessados são os consumidores da Austrália (38%) e dos EUA (29%). A pesquisa também afirma que 88% dizem que pagariam por um veículo elétrico. As preocupações ambientais são citadas como o principal motivo para os entrevistados comprarem um carro elétrico (38%), embora o aumento das penalidades em veículos com motor de combustão interna tenha sido apresentado pela primeira vez como uma preocupação principal (34%). Para ler a pesquisa na íntegra, clique aqui. (Poder360 – 28.05.2022)

<topo>


Equipe de Pesquisa UFRJ
Editor: Prof. Nivalde J. de Castro (nivalde@ufrj.br)
Subeditores: Fabiano Lacombe e Luiza Masseno
Pesquisadores: João Pedro Gomes, Leonardo Gonçalves e Vinicius José da Costa
Assistente de pesquisa: Sérgio Silva

As notícias divulgadas no IFE não refletem necessariamente os pontos da UFRJ. As informações que apresentam como fonte UFRJ são de responsabilidade da equipe de pesquisa sobre o Setor Elétrico do Instituto de Economia da UFRJ.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE E SIGILO
Respeitamos sua privacidade. Caso você não deseje mais receber nossos e-mails,  Clique aqui e envie-nos uma mensagem solicitando o descadastrado do seu e-mail de nosso mailing.


Copyright UFRJ

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: