IFE.ME 15

Informativo Eletrônico – Mobilidade Elétrica nº 15 – publicado em 29 de junho de 2020.

IFE: Informativo Eletrônico do Setor Elétrico – GESEL-UFRJ <!–

l

IFE: nº 15 – 29 de junho de 2020
http://gesel.ie.ufrj.br/
gesel@gesel.ie.ufrj.br

Editor: Prof. Nivalde J. de Castro

Índice

Políticas Públicas e Regulatórias
1
IEA: Veículos elétricos nos países europeus resistiram à tendência do mercado geral de carros
2 International Journal of Electric and Hybrid Vehicles: Aumento da infraestrutura de recarga para o crescimento de VEs na Índia
3 HEV TCP Annual Report 2020: Infraestrutura de estacionamento e recarga de VEs leves
4 Brattle Group: Veículos elétricos serão um grande disruptor para o setor de energia elétrica dos EUA
5 Clean Cars Nevada: Iniciativa para maior adoção de veículos limpos
6 Estados Unidos: Condado de Orange aprova plano de conversão para frota de ônibus de emissão zero até 2040
7 Transdev Canadá compra 27 novos ônibus escolares elétricos

Inovação e Tecnologia
1 DOE: Financiamento para estabelecer parcerias para inovação na fabricação de baterias
2 Brasil tem oportunidade com produção de baterias para carros elétricos
3 União Europeia: Financiamento para desenvolver baterias para VEs
4 FCA: Aplicativo para recarga de elétricos e plug-ins
5 Primeiro carro com tecnologia 5G no mundo

Indústria Automobilística
1 IEA: Vendas de carros elétricos superaram 2,1 milhões em todo o mundo em 2019
2 IEA: O impacto da crise nas vendas de carros elétricos na China e nos EUA
3 Mercado de veículos híbridos e elétricos: análise global da indústria 2020-2025 por tipos, aplicativos e principais participantes

4 Clean Energy: Mais novos modelos de VE estão entrando no mercado do que os novos modelos de carros a gás

5 Electric Mobility Canada: Vendas de carros elétricos plug-in no país sobem 50% em relação ao primeiro trimestre de 2019

6 KWRent: Primeira locadora de veículos elétricos no Brasil

Meio Ambiente
1 HEV TCP Annual Report 2020: Avaliação dos efeitos ambientais dos veículos elétricos
2 Ford: Meta para se tornar neutra em carbono globalmente até 2050

Outros Artigos e Estudos
1 Laboratório Nacional de Energia Renovável dos EUA: Avaliação do atual custo nivelado do carregamento de VEs
2 Strategy Analytics: Crescimento em sensores automotivos impulsionados pela demanda de veículos elétricos


 

 

 

Políticas Públicas e Regulatórias

1 IEA: Veículos elétricos nos países europeus resistiram à tendência do mercado geral de carros

As vendas de carros elétricos nos países europeus resistiram à tendência do mercado geral de carros por vários motivos. 2020 é o ano-alvo dos padrões de emissões de CO2 da União Europeia, que limitam as emissões médias de CO2 por quilômetro impulsionadas pelas vendas de carros novos. Além disso, a Alemanha aumentou os subsídios à compra de carros elétricos em fevereiro e os impactos do sistema introduzido na Itália em 2019 para incentivar os carros elétricos começaram a afetar o mercado. O resultado: nos maiores mercados europeus de automóveis combinados (França, Alemanha, Itália e Reino Unido), as vendas de carros elétricos nos primeiros quatro meses de 2020 atingiram mais de 145.000 carros elétricos, cerca de 90% a mais do que no mesmo período ano passado. Na Noruega, o país com a maior participação de carros elétricos nas vendas totais de carros, o número de carros elétricos vendidos entre janeiro e abril de 2020 foi aproximadamente o mesmo que no mesmo período de 2019. (IEA – 15.06.2020)

<topo>

2 International Journal of Electric and Hybrid Vehicles: Aumento da infraestrutura de recarga para o crescimento de VEs na Índia

A Índia, uma das economias que mais cresce, tem sido a pioneira no cumprimento de seus compromissos com uma Terra mais limpa. Nesta busca, pretende adotar veículos elétricos (VEs) na ordem de 30% até 2030. Os governos central e estadual da Índia lançaram vários incentivos financeiros para incentivar a adoção de VEs. Embora se considere várias taxas de adoção de VEs de 5% a 30%, são estimados os requisitos de quantidades adicionais de eletricidade e vários tipos de estações de carregamento para alimentar a energia dos VEs. Com uma taxa de adoção de 30%, cerca de 140 milhões de VEs podem se tornar parte do sistema de transporte e, correspondentemente, precisam de cerca de 24.600 MWh de eletricidade diariamente. Nas áreas de alta densidade de veículos elétricos, como depósitos de ônibus, complexos residenciais, shoppings etc., pode ser necessária grande energia em um único ponto. Assim, pode exigir capacidade de subestação receptora suficiente e uma rede de distribuição de alta tensão equivalente. (Insider Science – Dezembro de 2019)

<topo>

3 HEV TCP Annual Report 2020: Infraestrutura de estacionamento e recarga de VEs leves

Hoje, a população global de veículos elétricos leves (eLDVs) é estimada em mais de 260 milhões de unidades – com mais de 40 milhões de veículos novos trazidos ao mercado anualmente. O rápido crescimento nos últimos 20 anos no uso de desses veículos, incluindo scooters elétricos (“e-scooters”) e bicicletas elétricas (“e-bikes”), criou problemas a serem relacionados à infraestrutura de estacionamento e recarga. Isso inclui o desenvolvimento de padrões harmonizados de carregamento incorporados nas soluções de gerenciamento de vagas de estacionamento público. A análise procura garantir que essas questões sejam tratadas em nível governamental, para que o resultado seja o mais aplicável possível às políticas locais e globais. Além disso, incentivará o desenvolvimento e o estabelecimento de esquemas de compartilhamento e uso privado (estacionamento e recarga) de bicicletas, scooters elétricos e pedelecs. (IA-HEV – 2020)

<topo>

4 Brattle Group: Veículos elétricos serão um grande disruptor para o setor de energia elétrica dos EUA

Com números projetados para aumentar de 1,5 milhão em 2020 para 10-35 milhões em 2030, os veículos elétricos serão um grande disruptor para o setor de energia elétrica dos EUA. Um novo estudo divulgado por economistas do The Brattle Group conclui que seria necessário um investimento na faixa de US $ 75 a 125 bilhões em toda a cadeia de suprimentos do setor de energia elétrica até 2030 para atender a 20 milhões de VEs – a meta selecionada para a análise – incluindo a adição de 1 a 2 milhões de carregadores públicos. Os 20 milhões de VEs adicionarão cerca de 60 a 95 TWh da demanda anual de eletricidade e 10 a 20 GW de pico de demanda, exigindo 12 a 18 GW de capacidade de geração renovável. (Nos últimos 5 anos, os carregadores de VE públicos aumentaram cerca de 40% ao ano, uma taxa que deve ser mantida na próxima década para instalar mais 1 a 2 milhões de carregadores públicos até 2030). (Green Car Congress – 25.06.2020)

<topo>

5 Clean Cars Nevada: Iniciativa para maior adoção de veículos limpos

O governador de Nevada (EUA), Steve Sisolak, anunciou a iniciativa “Clean Cars Nevada”, que avaliará a adoção de novos regulamentos para oferecer aos Nevadans mais opções de carros e caminhões elétricos de baixa e zero emissão em concessionárias de todo o estado a partir de 2024. A Clean Cars Nevada será adaptada às necessidades de Nevada através da inclusão do engajamento dos stakeholders e solicitação de informações do público em geral, parceiros comerciais e do setor, organizações de conservação e todos os que tiverem interesse nesse empreendimento. Especificamente, como atualmente previsto, a Clean Cars Nevada adotaria os padrões do California Low Emission Vehicle (LEV) e o programa California Zero Emission Vehicle (ZEV). (Green Car Congress – 23.06.2020)

<topo>

6 Estados Unidos: Condado de Orange aprova plano de conversão para frota de ônibus de emissão zero até 2040

O conselho da Autoridade de Transporte do Condado de Orange (OCTA) aprovou um plano preliminar que descreve como a agência converterá a frota de ônibus do condado em tecnologia 100% de emissão zero até 2040. O plano de lançamento de ônibus de emissão zero da OCTA será agora enviado ao Conselho de Recursos Aéreos da Califórnia. O estado estabeleceu um requisito de transição para concluir o trânsito de emissão zero nos próximos 20 anos. O plano não é um compromisso com um tipo específico de tecnologia neste momento. A OCTA está no processo de testar os ônibus elétricos de célula a combustível de hidrogênio e os ônibus elétricos a bateria para determinar qual tecnologia melhor atende às necessidades da OCTA relacionadas a operações, manutenção e custo, entre outras coisas. (Green Car Congress – 25.06.2020)

<topo>

7 Transdev Canadá compra 27 novos ônibus escolares elétricos

A Transdev Canadá, uma operadora de transporte público internacional, está investindo perto de CAD $ 4,5 milhões (aproximadamente R$ 17 milhões) em sua frota de ônibus escolares elétricos com a empresa Québec Lion, tornando-se, com um total de 31 veículos, o maior operador privado de ônibus escolares elétricos da América do Norte até o momento. Esse grande investimento é possível graças à política de suporte proativo do governo de Quebec. Toda a nova frota será gradualmente introduzida nas redes de transporte escolar operadas pela Transdev desde o início do ano letivo em setembro de 2020, nas regiões de Estrie e Montérégie, em Quebec. A ambição da Transdev é eletrificar 100% de sua frota de ônibus escolares elétricos estacionados em seus depósitos de Quebec até 2025. Até o final de 2019, a Transdev já operava mais de 800 ônibus elétricos em todo o mundo e deveria ter uma frota (operada e encomendada) de 1.200 ônibus elétricos até o final deste ano. (Green Car Congress – 19.06.2020)

<topo>

 

 

Inovação e Tecnologia

1 DOE: Financiamento para estabelecer parcerias para inovação na fabricação de baterias

O Departamento de Energia dos EUA (DOE) está solicitando propostas dos Laboratórios Nacionais – sistema de instalações e laboratórios supervisionados pelo DOE – e parceiros da indústria que buscam inovações radicais para a liderança americana na fabricação de baterias. Sob essa oportunidade, o DOE financiará diretamente os Laboratórios Nacionais para estabelecer parcerias público-privadas que resolvam os desafios de engenharia para avançados materiais e dispositivos de bateria, com foco em reduzir o risco e acelerar a adoção de novas tecnologias. O Escritório de Eficiência Energética e Energia Renovável, Escritório de Manufatura Avançada e Escritório de Tecnologia de Veículos investirão em conjunto até US $ 12 milhões em projetos que abordam lacunas de capacidade para baterias de íon de lítio. (Green Car Congress – 19.06.2020)

<topo>

2 Brasil tem oportunidade com produção de baterias para carros elétricos

A demanda por matérias-primas usadas para produção de baterias para carros elétricos deve aumentar rapidamente, e o Brasil é um dos produtores com potencial de ganhos, aponta a Agência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad). Poucos países dominam a produção de commodities estratégicas para a produção dessas baterias recarregáveis como o Brasil. Para a Unctad, as baterias recarregáveis terão papel importante na transição global para uma economia com menos carbono e para ajudar a mitigar emissões de gases de efeito estufa. A alta da demanda de materiais estratégicos abrirá oportunidades de negócios, mas é importante que os países produtores desenvolvam a capacidade para aumentar a cadeia de valor, diz a Unctad. (Valor Econômico – 25.06.2020)

<topo>

3 União Europeia: Financiamento para desenvolver baterias para VEs

O projeto COBRA (Baterias sem Cobalto para Aplicações Automotivas Futuras) recebeu uma doação de 11,8 milhões de euros para desenvolver baterias sem cobalto de próxima geração. O COBRA, que tem como objetivo desenvolver baterias de lítio e isentas de cobalto, fabricadas com novos materiais de armazenamento de energia que incorporam sensores inteligentes para ajudar a melhorar sua eficiência energética, é financiado pelo programa de pesquisa e inovação Horizonte 2020 da União Europeia, inclui stakeholders do setor de baterias, como universidades, empresas de tecnologia e grupos de pesquisa. (Green Car Congress – 24.06.2020)

<topo>

4 FCA: Aplicativo para recarga de elétricos e plug-ins

A empresa Digital Charging Solutions GmbH desenvolveu em nome da FCA um serviço integrado de recarga dedicado aos clientes que comprarem os modelos Jeep Renegade e Compass 4xe, novo Fiat 500 elétrico ou, de uma forma geral todos os futuros modelos híbridos plug-in e elétrico da marca. O aplicativo desenvolvido permitirá o acesso a mais de 130 mil estações de carregamento em 21 países europeus. Uma função central, portanto, não apenas na Itália, mas em todo o território europeu. Ao assinar o serviço, você pode acessar o site indicado ou, mais conveniente, também um aplicativo disponível para iOS e Android, com um mapeamento da rede de recarga, com serviços e tarifas disponíveis. Dessa forma, o planejamento será mais inteligente e, acima de tudo, mais natural para o usuário. (Inside EVs – 22.06.2020)

<topo>

5 Primeiro carro com tecnologia 5G no mundo

A fabricante chinesa GAG anunciou nesta semana o início das vendas do seu terceiro veículo elétrico: o SUV Aion V. Trazendo novidades importantes em termos de tecnologia, o modelo tem preço inicial de 20.100 euros (R$ 120 mil) e terá as primeiras entregas na China em julho, antes de chegar a outros mercados. Bastante tecnológico, o SUV elétrico tem como destaque o fato de ser o primeiro carro no mundo com conectividade 5G avançada. Ele também será equipado com um sistema de condução autônoma (nível 3) batizado de ADiGO 3.0 e comandos por leitura de gestos (como na BMW). (Inside EVs – 21.06.2020)

<topo>

 

 

Indústria Automobilística

1 IEA: Vendas de carros elétricos superaram 2,1 milhões em todo o mundo em 2019

As vendas de carros elétricos superaram 2,1 milhões em todo o mundo em 2019, superando 2018 – já um ano recorde – para aumentar o estoque para 7,2 milhões de carros elétricos. Os carros elétricos, responsáveis por 2,6% das vendas globais de carros e cerca de 1% do estoque global de carros em 2019, registraram um aumento de 40% em relação ao ano anterior. À medida que o progresso tecnológico na eletrificação de veículos de duas ou três rodas, ônibus e caminhões avança e o mercado para eles cresce, os veículos elétricos estão expandindo significativamente. Apenas cerca de 17.000 carros elétricos estavam nas estradas do mundo em 2010. Em 2019, esse número havia aumentado para 7,2 milhões, 47% dos quais na República Popular da China. Nove países tinham mais de 100 000 carros elétricos na estrada. Pelo menos 20 países atingiram quotas de mercado acima de 1%. (IEA – 15.06.2020)

<topo>

2 IEA: O impacto da crise nas vendas de carros elétricos na China e nos EUA

O surto da pandemia de Covid-19 provocou um declínio dramático nas vendas de carros elétricos. Na China, a queda seguiu a das vendas totais de carros. O declínio foi maior em fevereiro, com as vendas de carros elétricos caindo para 16.000 veículos, uma queda de cerca de 60% em relação ao mesmo mês de 2019. As vendas se recuperaram fortemente em abril, atingindo cerca de 80% do nível em que estavam no ano anterior. Nos Estados Unidos, as vendas de carros elétricos em abril caíram pela metade em relação ao ano anterior, para cerca de 10.000 veículos. (IEA – 15.06.2020)

<topo>

3 Mercado de veículos híbridos e elétricos: análise global da indústria 2020-2025 por tipos, aplicativos e principais participantes

O relatório de pesquisa de mercado de veículos híbridos e elétricos fornece os detalhes sobre a estrutura da indústria, concorrência no mercado, tamanho e participação no mercado, análise SWOT, tecnologia, custo, matérias-primas, preferência do consumidor, desenvolvimento e tendências, previsão regional, empresa e perfil e produto e serviço. Fornece informações sobre a visão geral do comércio, política, mercado regional, desenvolvimento de produção, vendas, dados de operações de negócios, características do mercado, oportunidade de investimento, cálculo de investimento e outros aspectos importantes da indústria. Ele também fornece plano de investimento de mercado, como análise de tendências de preços, oportunidade de investimento regional e da indústria, cálculo de custos e receitas e avaliação de desempenho econômico. (Cole of Duty – 26.06.2020)

<topo>

4 Clean Energy: Mais novos modelos de VE estão entrando no mercado do que os novos modelos de carros a gás

Em 2020, pela primeira vez, mais novos modelos de VE estão entrando no mercado do que os novos modelos de carros a gás. Isso nos diz para onde estão indo os investimentos em pesquisa e desenvolvimento dos fabricantes de automóveis. Olhando para o futuro, as montadoras não mostram sinais de desaceleração. Pelo menos dez novos modelos serão lançados em 2021, de gigantes automotivas como GM e Ford a fabricantes de nicho como Tesla e Rivian. Há uma ação notável entre as marcas. Não é uma questão de se, mas quando e onde os VEs dominarão os mercados automotivos. Na Europa e na China, a transição para o transporte elétrico está ultrapassando os EUA, em grande parte devido às mudanças climáticas. As montadoras vão se concentrar nos mercados em que as condições são mais adequadas para o crescimento. (Clean Energy – 26.06.2020)

<topo>

5 Electric Mobility Canada: Vendas de carros elétricos plug-in no país sobem 50% em relação ao primeiro trimestre de 2019

As vendas de carros elétricos plug-in melhoraram substancialmente no Canadá durante os primeiros três meses de 2020, de acordo com o relatório fornecido pela Electric Mobility Canada. O volume total de carros totalmente elétricos (BEV), híbridos plug-in (PHEV) e células a combustível de hidrogênio (FCVs) – embora provavelmente não sejam muitos FCVs – totalizou 11.978, o que é cerca de 50% a mais do que no primeiro trimestre de 2019 (7.999). Será difícil melhorar a partir desse ponto no segundo trimestre, pois sabemos o quão devastador foi o bloqueio do COVID-19 para o mercado automotivo. Em termos dos modelos mais populares – o Tesla Model 3 é incomparável, com 4.025 vendas no primeiro trimestre, mais de três vezes acima do 2º melhor (Toyota Prius Prime). (Inside EVs – 07.06.2020)

<topo>

6 KWRent: Primeira locadora de veículos elétricos no Brasil

A KWfleet, primeira locadora de veículos elétricos no Brasil, firmou um acordo com a GDSolar Mobilidade Elétrica, para criar a KWRent, que além da locação com serviço de telemetria, também vai fornecer pontos de recarga e energia de fonte limpa para o abastecimento. A locadora já tem 150 veículos a bateria, a maioria comerciais leves de carga alugados para entregas urbanas, e quando esse número ultrapassar os 400 poderá ser viabilizado o investimento em uma fazenda solar própria no Estado de São Paulo, para abastecer a frota a um custo permissivo, com a cobrança do consumo dentro do preço da locação. Os contratos de locação abrangem os serviços de manutenção preventiva e corretiva de desgaste natural (incluindo pneus), telemetria, seguro do casco e de responsabilidade civil, adesivagem ou envelopamento do veículo, carregador e instalação do equipamento, gestão de multas, contabilidade de emissão de gases de efeito estufa (para obtenção de créditos de carbono), atendimento 24 horas em caso de quebra, acidente e falta de energia nas baterias. (Automotive Business – 19.06.2020)

<topo>

 

 

Meio Ambiente

1 HEV TCP Annual Report 2020: Avaliação dos efeitos ambientais dos veículos elétricos

Os veículos elétricos têm o potencial de substituir os veículos convencionais para contribuir para o desenvolvimento sustentável do setor de transporte em todo o mundo, por exemplo, na redução de emissões de gases de efeito estufa, consumo de energia fóssil e emissões de partículas. Existe um consenso internacional de que a melhoria da sustentabilidade dos VEs só pode ser analisada com base na avaliação do ciclo de vida (ACV), que inclui a produção, operação e gerenciamento de fim de vida dos veículos e o ciclo de combustível. A análise estima os efeitos ambientais baseados na ACV da frota mundial de veículos elétricos em 38 países desde 2014. Na ACV desses veículos, usando as diferentes condições da estrutura nacional, os efeitos ambientais são estimados avaliando as possíveis faixas de emissões de gases de efeito estufa, acidificação, formação de ozônio, emissões de partículas e consumo de energia primária em comparação com veículos ICE convencionais. Os principais parâmetros que influenciam os efeitos ambientais dos veículos com transmissão elétrica são a demanda de eletricidade por distância percorrida, o mix de tecnologia para geração de eletricidade e o fator de substituição de veículos ICE por VEs em um estoque global crescente de veículos. (IA-HEV – 2020)

<topo>

2 Ford: Meta para se tornar neutra em carbono globalmente até 2050

A Ford Motor Company pretende alcançar a neutralidade do carbono globalmente até 2050, enquanto estabelece metas provisórias para enfrentar os desafios das mudanças climáticas com mais urgência. A neutralidade de carbono refere-se à obtenção de zero emissões de carbono ao equilibrar essas emissões com a remoção de carbono. Para atingir seu objetivo, a Ford se concentrará inicialmente em três áreas que representam aproximadamente 95% de suas emissões de CO2: uso de veículos, sua base de suprimentos e as instalações da empresa. A Ford disse que está definindo a meta para 2050 totalmente ciente dos desafios, incluindo a aceitação do cliente, regulamentos governamentais, condições econômicas e a disponibilidade de eletricidade renovável, neutra em carbono e combustíveis renováveis. (Green Car Congress – 25.06.2020)

<topo>

 

 

Outros Artigos e Estudos

1 Laboratório Nacional de Energia Renovável dos EUA: Avaliação do atual custo nivelado do carregamento de VEs

Uma equipe do Laboratório Nacional de Energia Renovável (NREL) e do Laboratório Nacional de Idaho produziu uma avaliação detalhada do atual custo nivelado do carregamento de veículos elétricos leves (LCOC) nos Estados Unidos, considerando quando, onde e como os VEs são recarregados. O LCOC inclui custos associados à compra e instalação de equipamentos de carregamento e preços de varejo de eletricidade, derivados de tarifas de serviços públicos no mundo real. A análise é publicada na revista Joule. Os pesquisadores descobriram que, no cenário de linha de base, o LCOC médio nacional atual nos Estados Unidos é de US $ 0,15/kWh para BEVs leves e US $ 0,14/kWh para PHEVs leves. Para os BEVs, isso pressupõe uma combinação de carregamento de 81% residencial, 14% local de trabalho/público L2 e 5% DCFC, e que 84% de recarga residencial usa L2 EVSE. (Green Car Congress – 22.06.2020)

<topo>

2 Strategy Analytics: Crescimento em sensores automotivos impulsionados pela demanda de veículos elétricos

A Strategy Analytics prevê que o crescimento do mercado de sensores automotivos será impulsionado por um aumento esperado na demanda por veículos elétricos. O relatório de serviço da Chassi e Segurança da Carroceria do Trem de Força da Strategy Analytics, “Global xEV Sensor Market 2018-2027” prevê que o mercado global de sensores da atual posição/velocidade e temperatura crescerá a uma taxa de crescimento anual composta de 25,7% no período de 2019-2024. O mercado subsequente para sensores automotivos xEV aumentará para US $ 1,2 bilhão até 2027. A demanda por sensores de velocidade/posição usados para monitorar as velocidades dos motores elétricos xEV representará o maior mercado, mas o menor volume. (Green Car Congress – 22.06.2020)

<topo>


Equipe de Pesquisa UFRJ
Editor: Prof. Nivalde J. de Castro (nivalde@ufrj.br)
Subeditores: Diogo Salles e Fabiano Lacombe
Pesquisadoras: Lara Moscon e Luiza Masseno
Assistente de pesquisa: Sérgio Silva

As notícias divulgadas no IFE não refletem necessariamente os pontos da UFRJ. As informações que apresentam como fonte UFRJ são de responsabilidade da equipe de pesquisa sobre o Setor Elétrico, vinculada ao NUCA do Instituto de Economia da UFRJ.

Para contato: ifes@race.nuca.ie.ufrj.br

POLÍTICA DE PRIVACIDADE E SIGILO
Respeitamos sua privacidade. Caso você não deseje mais receber nossos e-mails,  Clique aqui e envie-nos uma mensagem solicitando o descadastrado do seu e-mail de nosso mailing.


Copyright UFRJ

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: